Topo

Edenílson evita falar de arbitragem e ironiza Renato: "Gosta de dar show"

Kannemann, D"Alessandro, Renato e Lindoso em meio à confusão durante Gre-Nal 419 - Jeremias Wernek/UOL
Kannemann, D'Alessandro, Renato e Lindoso em meio à confusão durante Gre-Nal 419 Imagem: Jeremias Wernek/UOL

Do UOL, em Porto Alegre

15/04/2019 16h25

Edenílson evitou entrar no tema arbitragem após o clássico Gre-Nal. Mas em entrevista coletiva na tarde de hoje, o meio-campista do Internacional ironizou o técnico do Grêmio, Renato Gaúcho, protagonista de confusão no primeiro jogo da final.

Ainda na etapa inicial, Renato protestou por uma entrada de Victor Cuesta em Matheus Henrique. Discutiu com o jogador do Inter, pisou no campo de jogo. Foi contido por seus comandados e até por D'Alessandro, que percebeu a irritação do treinador adversário.

"A gente sabe que ele gosta de dar o show dele. Às vezes parece que se esquece que não joga mais, quer entrar em campo. Mas temos que estar preocupados com os jogadores, não com o treinador deles. A diretoria fala de arbitragem. Mas o mesmo critério tem que servir para todos, seja o Renato ou o Odair. Os treinadores têm que dar exemplo. E quem tem que punir é quem está vendo de fora", disse o meio-campista.

A direção do Inter reclamou bastante da arbitragem ao fim do jogo. O vice de futebol Roberto Melo chegou a citar que a equipe de arbitragem "morre de medo" do treinador gremista.

A invasão ao campo de jogo, ainda que apenas na lateral e com o jogo parado, foi motivo de reclamação dos colorados, que pedem punição a Portaluppi. Edenílson, porém, evitou detalhar o que pensa sobre os procedimentos adotados por Leandro Vuaden no jogo de ida.

"As questões de arbitragem a gente procura deixar mais para direção, de fora, eles sabem se dirigir às pessoas que se deve dirigir neste momento, deixamos para eles. Falamos mais do jogo. Ficou um gostinho que dava para ter ganho. Está aberto (a decisão). Um jogo tático, com poucas chances, mas acho que tivemos mais volume para vencer a partida", completou.

Com empate em 0 a 0 no Beira-Rio, Inter e Grêmio decidem o título gaúcho na próxima quarta-feira, na Arena. Quem ganhar ergue a taça. Em caso de qualquer empate, a decisão será nos pênaltis.