PUBLICIDADE
Topo

Ferj confirma 1º jogo da final entre Vasco x Flamengo para o Engenhão

O Engenhão receberá a primeira partida pela final do Campeonato Carioca 2019 - Vitor Silva/SSPress/Botafogo
O Engenhão receberá a primeira partida pela final do Campeonato Carioca 2019 Imagem: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Do UOL, no Rio de Janeiro

09/04/2019 15h49

O Vasco solicitou e foi atendido pela Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro). A primeira partida da final do Campeonato Carioca contra o Flamengo será mesmo realizada no estádio Nilton Santos (Engenhão). O confronto está marcado para o próximo domingo, às 16h (de Brasília).

A atitude é uma forma de represália ao fato de o governo do Estado ter dado uma permissão provisória de gestão do Maracanã à dupla Fla-Flu. A diretoria cruzmaltina prometeu e iniciou o boicote ao estádio. Pelo regulamento do Estadual, o Vasco tem o direito ao mando de campo de um jogo, e o Flamengo a outro. Como o time rubro-negro teve a melhor campanha, escolheu a segunda partida.

A revolta do Vasco em relação ao futuro do Maracanã começou na semana passada quando foi alijado de parceria da dupla Fla-Flu. Os dois clubes apresentaram uma proposta oficial ao governo do Estado para gestão do estádio, enquanto a agremiação vascaína queria um projeto conjunto. Só que não formalizou um documento e ainda previa que o governo pagasse parte da conta.

O presidente Alexandre Campello garantiu que o clube não mais atuará no Maracanã como mandante nessas condições. A transferência da primeira partida da final para o Engenhão teve o aval da emissora detentora dos direitos de transmissão, da Ferj e também da Polícia Militar.

Nesta terça-feira, o secretário de esporte do Rio de Janeiro, Felipe Bornier, comentou sobre a nova gestão e deu uma indireta para o Vasco e suas reclamações.

"O governo faz parte da parceria e quer introduzir e incluir todos os clubes. Essa sempre foi a nossa intenção desde a caducidade declarada no dia 18. Criamos uma comissão e discutimos de forma transparente com os clubes e o trabalho está sendo demonstrado. O momento é importante para o estado, que tem como objetivo resgatar o Maracanã para o Rio de Janeiro. Estamos aqui para participar do debate. Não adiante ficar gritando. É importante nos unirmos", disse ao UOL Esporte.

A carga de ingressos será dividida meio a meio. O segundo e decisivo jogo, no entanto, está confirmado para o Maracanã e com mando do Flamengo.

Futebol