Topo

O que deve mudar dentro e fora de campo no São Paulo com a volta de Pato

Bruno Grossi e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

28/03/2019 04h00

Na tarde de hoje, o São Paulo anunciou a volta de Alexandre Pato. A contratação foi bastante comemorada pela torcida, que há semanas cobrava o clube nas redes sociais pelo retorno do atacante. Mas o que, de fato, vai mudar no Tricolor após o negócio? Será preciso vender alguém para ajustar o caixa? Quem vai perder espaço? Essas e outras perguntas o UOL Esporte responde a seguir:

Quanto Pato vai custar?

A negociação completa - luvas e salários - foi selada por 8 milhões de euros (quase R$ 36 milhões), que serão diluídos até o fim de 2022. O salário inicial de Pato, até dezembro, deve ficar na casa dos R$ 300 mil. Haverá aumento gradativo nos outros anos. A comissão repassada a empresários representa 5,6% do valor total. O Tricolor passa a ter 100% dos direitos econômicos do jogador de 29 anos.

Alguém precisará ser vendido para repor o caixa?

Como o São Paulo não precisará pagar nenhuma quantia elevada no ato da contratação, o orçamento de compras para 2019 não será afetado. Assim, a previsão de arrecadação com vendas também não muda e segue em R$ 120 milhões - foram levantados R$ 55,3 milhões até agora. O que mudará mesmo é a folha salarial. Já havia um processo de redução dos vencimentos mensais e ele será mantido.

Dá para dizer que Pato ocupará o lugar que era de Diego Souza na folha salarial, ganhando até menos no primeiro ano do contrato. Mas como Cuca ainda quer outros reforços, mais jogadores devem deixar o Tricolor. Os nomes que estão mais em baixa - e ao mesmo tempo têm salários altos - são os de Nenê, Jucilei e Bruno Peres.

Os garotos perderão espaço?

Se o São Paulo continuar jogando no 4-3-3, como contra o Ituano, Pato teria mais chances de tomar o lugar de Everton Felipe na ponta esquerda. Antony está se firmando na direita e Pato nunca se adaptou bem por aquele setor. Muricy Ramalho chegou a usá-lo assim, com Osvaldo na esquerda, e não teve sucesso. Outra possibilidade é usar dois atacantes, tanto no 4-4-2 como no 3-5-2 - outras formações usadas recentemente - e deixar Pato e Pablo na frente.

Como o elenco ainda tem Hernanes para voltar de lesão, é possível que algum dos jovens tenha mais dificuldade para continuar no time titular. Luan e Liziero já estão mais maduros, mas Igor Gomes apareceu muito bem nas primeiras oportunidades recebidas. Helinho e Brenner já têm sido reservas mesmo sem Pato e o Profeta.

Quando Pato poderá estrear?

As inscrições no Campeonato Paulista terminaram na sexta-feira da semana passada. Assim, Pato só estará apto legalmente a jogar no Campeonato Brasileiro. Ele não joga desde novembro do ano passado, quando ainda defendia o Tianjin Tianhai, da China, mas seguiu fazendo treinos particulares para manter a forma física. Não há preocupação com seu condicionamento. O Tricolor estreia no Brasileirão contra o Botafogo, provavelmente no Morumbi, em 28 de abril.

No Paulistão, o adversário são-paulino na semifinal será o Palmeiras. O primeiro jogo deve ser marcado para sábado, no Morumbi. A Federação Paulista de Futebol (FPF) vai confirmar o horário do Choque-Rei em reunião nesta quinta-feira. Na outra semi, como eliminou a Ferroviária nos pênaltis, o Corinthians enfrentará o Santos.