PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Com "cara de Libertadores", Nico brilha pelo Inter e sonha com seleção

Nico López comemora dois gols na partida entre Inter x Alianza pela Libertadores - Ricardo Duarte/Inter
Nico López comemora dois gols na partida entre Inter x Alianza pela Libertadores Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

14/03/2019 12h00

Nico López brilhou. Ontem, marcou os dois gols do Inter na vitória por 2 a 0 contra o Alianza Lima, pela segunda fase do grupo A de um torneio que tem sua assinatura. A Libertadores catapultou status do uruguaio que sonha em voltar à seleção.

Como informou o UOL Esporte em 2018, a seleção uruguaia mantém olhar sobre Nico López. Acompanhou a evolução do jogador, nos planos para futuras convocações.

No entanto, não aconteceu nenhum chamado neste período de preparação para Copa América, que será disputada no Brasil neste ano. Nico atuou apenas nas categorias de base do time celeste, jamais no principal.

"Seria um sonho. Eu trabalho muito e o sonho de todo jogador é estar na seleção. Quero isso há muito tempo, mas tenho que fazer a coisa certa aqui para receber oportunidade", disse.

E o rendimento tem agradado. Com os dois gols marcados ontem, chegou a seis na Libertadores. Foram quatro pelo Nacional na temporada 2016, que o levaram a chamar atenção do Internacional. As boas atuações, principalmente na eliminação do Corinthians quando marcou um dos gols, ecoaram pelo Brasil e motivaram a investida vermelha, que o contratou no mesmo ano.

"(A Libertadores) É o sonho de todo jogador. Fiz uma grande competição pelo Nacional e tomara que chegue mais longe pelo Inter. Nunca tinha feito dois gols no mesmo jogo, então estou muito feliz", completou.

Nico encontrou seu lugar aberto pelos lados de campo no Inter. Hoje joga na extrema esquerda, mas com liberdade para investidas mais centrais ou pelo lado oposto no time. No principal movimento ofensivo apresentado em campo, que gerou inclusive o primeiro gol ontem, ele centraliza para confundir a marcação e acaba recebendo em condições de chute, uma de suas características.

"Estou cômodo, me sinto bem e feliz. Fico contente que as coisas estejam andando bem", sorriu.

O Inter volta a campo no domingo para encara o clássico Gre-Nal. O uruguaio, porém, pode ficar fora da partida. Dependerá do julgamento do recurso apresentado sobre a decisão de punição por dois jogos em razão da expulsão contra o Juventude. Caso o período suspenso seja ampliado, ele será impedido de jogar.

Internacional