PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Weverton lidera melhor defesa em 30 anos no Palmeiras e cala críticos

Weverton faz defesa pelo Palmeiras contra o Junior Barranquilla - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Weverton faz defesa pelo Palmeiras contra o Junior Barranquilla
Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

09/03/2019 04h00

Weverton consolidou no jogo da última quarta-feira, contra o Junior Barranquilla, a sua melhor fase com a camisa do Palmeiras. Convocado para os amistosos da seleção brasileira, o goleiro virou símbolo da melhor defesa dos últimos 30 anos do Alviverde.

Essencial para a equipe, o atleta até pode ser poupado no jogo de hoje, às 16h30, contra o Mirassol. O importante é estar inteiro para enfrentar o Melgar, na terça-feira, contra a Libertadores. Até Dudu pode ser poupado.

A boa fase de Weverton tem sido motivo de resposta às críticas por parte da diretoria. Quando tirou o atleta do Atlético-PR, o time paulista optou por pagar R$ 2 milhões para antecipar o acordo que seria feito de graça pouco tempo depois.

Na época, o movimento no mercado foi bastante questionado por conta da presença de Fernando Prass e Jailson no elenco. Na ótica de quem comanda, os dois não conseguiriam manter o melhor ritmo durante toda a temporada e podem ser considerados apenas boas opções para determinados trechos do ano.

Campeão olímpico, o goleiro iniciou as conversas com a diretoria palmeirense ainda em 2016, justamente quando estava no elenco da seleção brasileira, no Rio de Janeiro.

O Palmeiras não tinha um desempenho de defesa tão positivo desde 1989. Com quatro gols sofridos em dez partidas, o Alviverde só teve uma defesa mais segura há 30 anos, quando o time comandado por Émerson Leão foi vazado apenas três vezes no mesmo número de partidas.

"Fico feliz, primeiro, em poder ajudar o Palmeiras em campo e por tentar manter sempre esse placar em branco, porque esse é o meu objetivo como goleiro, assim como é o dos zagueiros também. Acho que é o fruto do trabalho de todos. Nessa temporada já jogaram todos os goleiros, o Fernando (Prass), o Jailson, e todos deram sua contribuição para a marca", afirmou Weverton em entrevista para a TV Palmeiras.

No ano passado, inclusive, o Palmeiras já havia conseguido uma sequência de nove duelos completos sem sofrer gol, o que deu a Weverton a segunda melhor marca de um goleiro palmeirense nos 104 anos de existência: foram 884 minutos, só atrás de Zetti, em 1987, que ficou 1238 minutos sem pegar a bola no fundo das redes.

A solidez defensiva é bastante comemorada internamente pela comissão e é determinante para que o time, mesmo com um péssimo início de ataque na temporada, consiga estar em primeiro nas competições que disputa.

FICHA TÉCNICA
MIRASSOL X PALMEIRAS


Data: 09 de março de 2019, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Local: Estádio Municipal José Maria de Campos Maia
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo
Assistentes: Anderson Jose de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo

PALMEIRAS: Prass; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Thiago Santos, Moisés e Lucas Lima; Carlos Eduardo, Zé Rafael e Borja.
Técnico: Luiz Felipe Scolari

MIRASSOL: Matheus Aurélio; Daniel Borges, William Alves, Leandro Amaro e Alex Ruan; Yuri, Léo Baiano e Jean Carlos; Rodolfo, Felipe Augusto e Wilson.
Técnico: Moisés Egert

Errata: o texto foi atualizado
A escalação do Palmeiras contra o Mirassol terá Zé Rafael e não Zé Eduardo.

Palmeiras