PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeirenses têm dificuldade com Libertadores no Facebook em bares de BH

Irritação com transmissão fez torcedores deixarem bar em Belo Horizonte; grupo até viu jogo pelo celular - Thiago Fernandes/UOL
Irritação com transmissão fez torcedores deixarem bar em Belo Horizonte; grupo até viu jogo pelo celular Imagem: Thiago Fernandes/UOL

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

07/03/2019 20h18Atualizada em 13/05/2020 03h28

A transmissão por meio do Facebook se tornou um problema para parte da torcida do Cruzeiro que decidiu ir a bares de Belo Horizonte acompanhar hoje a estreia do clube do coração na Copa Libertadores da América de 2019. A imagem da vitória sobre o Huracán travou com frequência e não estava em alta definição.

A reportagem foi ao Itatiaia Rádio Bar, na zona sul de Belo Horizonte, e acompanhou o fato. O estabelecimento, que costuma transmitir jogos por um telão, manteve a tradição, mas teve dificuldades com a qualidade da transmissão.

Um funcionário que preferiu não se identificar afirmou que a responsabilidade pelos problemas não é do bar. De fato, em outros estabelecimentos mais próximos, a situação também se repetiu. No entanto, a qualidade da transmissão é resultado direto da qualidade da conexão - o UOL Esporte conseguiu acompanhar ao jogo normalmente da redação em São Paulo.

Transmissão de Huracán x Cruzeiro via Facebook - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

A saída, para alguns torcedores em Belo Horizonte, foi assistir à partida pela tela do celular. Os aparelhos não apresentaram problemas de delay ou travaram a imagem.

"Experiência horrorosa. Está com todo mundo com o celular na mão no negócio de pegar guardanapo", disse Marcos Tulio, torcedor do Cruzeiro, ao UOL Esporte.

Mas esta não foi a única alternativa. Alguns deixaram o bar para assistir ao restante da partida em casa, tamanho foi o problema visto na transmissão.

No decorrer do jogo, a transmissão mostrou evolução, sem problemas de delay. Contudo, a imagem ainda não estava em alta definição. Na segunda etapa, a situação voltou a apresentar melhora.

Cruzeiro