PUBLICIDADE
Topo

Barcelona volta a vencer Real no Santiago Bernabéu e vira "rei" do clássico

Ivan Rakitic abre o placar para o Barcelona em jogo contra o Real Madrid - REUTERS/Juan Medina
Ivan Rakitic abre o placar para o Barcelona em jogo contra o Real Madrid Imagem: REUTERS/Juan Medina

Do UOL, em São Paulo (SP)

02/03/2019 18h36

Foi uma semana muito dura para o Real Madrid. Depois da eliminação na Copa do Rei, o time madrileno voltou a ser derrotado pelo Barcelona em pleno Santiago Bernabéu. Os catalães venceram o duelo deste sábado (2) por 1 a 0, com gol de Rakitic, pela 26ª rodada do Campeonato Espanhol.

Com o triunfo, o Barcelona joga um balde de água fria nas pretensões do Real de seguir na disputa pelo título. O time lidera a competição com 60 pontos, dez a mais que o vice-líder Atlético de Madrid e 12 à frente do Real. Além disso, o time chegou a 96 vitórias no clássico e superou o arquirrival (veja abaixo). O próximo compromisso do Barcelona no Espanhol será no dia 10 de março, contra o Rayo Vallecano, no Camp Nou. Já o Real tentará a recuperação contra Valladolid, fora de casa.

LEIA MAIS:
Ao Real Madrid, sobra novamente "apenas" a Champions

O melhor: Vinícius Júnior

Em sua primeira aparição desde que foi convocado por Tite, foi o melhor em campo, apesar da derrota de sua equipe. Vinícius vem sendo ironizado pela imprensa espanhola por sua falta de pontaria e passou em branco de novo, mas não faltou talento e dedicação. Chamou jogo, infernizou a marcação com as já características arrancadas pela esquerda até a linha de fundo e cruzou muitas bolas para os companheiros, que não aproveitaram as jogadas. O ex-flamenguista teve duas boas chances, mas parou em Ter Stegen e na zaga.

O pior: Carvajal

O lateral já havia ido mal na Copa do Rei e voltou a sofrer para conter as investidas do ataque adversário. Em mais de uma ocasião, deu espaço para Dembelé e precisou da ajuda de Casemiro para afastar o perigo. Também errou na saída e cedeu contra-ataques. Bale, outro que esteve apagado, foi substituído sob vaias por Asensio.

Barcelona supera número de clássicos após 87 anos

O Barcelona é o novo rei do "El Clássico". Segundo estatísticas do "MisterChip", perfil criado por um respeitado estatístico espanhol, as equipes entraram em campo empatadas em número de vitórias: 95 para cada lado e 51 empates. Ou seja, a vitória deste sábado foi a 96ª vitória do Barcelona, que está na frente do rival pela primeira vez em 87 anos de clássico. Foi também a sexta vitória seguida do time azul grená sobre o adversário.

Mudanças em relação à Copa do Rei

Tanto Solari quanto Valverde promoveram mudanças em relação aos times que se enfrentaram no meio da semana pela Copa do Rei. O técnico madrileno colocou Courtois no lugar de Navas e Bale no lugar de Lucas Vásquez, mas manteve Vinícius Júnior do lado esquerdo do ataque. Já Valverde colocou Sergi Roberto na lateral e sacou Semedo, dando uma chance ao brasileiro Arthur no meio-campo. Embora ainda não tenha ritmo para jogar 90 minutos, foi muito bem na articulação de jogadas e deu dinamismo ao meio-campo catalão.

Real domina, mas Barcelona é quem marca

Assim como na partida de quarta-feira, o Real Madrid dominou as ações no início do jogo. Ficou com a bola no pé e martelou a defesa do Barcelona, mas foram os visitantes que chegaram à rede primeiro. Rakitic tabelou com Sergi Roberto, deixou Sergio Ramos na saudade e chutou por cima de Courtois para abrir o placar.

Suárez quase faz o segundo do Barcelona

O Real continuou tentando e perdeu muitas chances. Sua principal arma eram as arrancadas de Vinícius Júnior pela esquerda, porém faltou capricho na conclusão das jogadas. Diante do desespero adversário, que buscava pelo menos um golzinho após a eliminação na Copa do Rei, o Barcelona dominou o jogo e quase fez o segundo com Suárez, que parou em bela defesa de Courtois.

Messi discute com Sergio Ramos e é vaiado

Os capitães de Barcelona e Real Madrid se estranharam em campo. Primeiro o zagueiro deixou o pé quando Messi passou e derrubou o argentino. Depois deixou a mão no rosto do atacante. Messi valorizou o lance, se jogou no chão e acabou levando uma estrondosa vaia da torcida no Santiago Bernabéu.

Solari lança Valverde e Asensio, mas não consegue reação

Numa tentativa de fazer um gol de honra contra o arquirrival, Solari sacou o apagado Kroos para entrada de Valverde e acabou ceifando a criatividade do meio-campo. Na sequência, lançou Asensio no lugar de Bale, que saiu de campo vaiado, e Isco no lugar de Casemiro. Não foi suficiente. O Real teve dificuldade de passar pela marcação do Barcelona, e quando passava, parava nas defesas de Ter Stegen.

Em vantagem, Barcelona "cozinha" Real

O Real continuou insistindo em jogadas pela esquerda com Vinícius Júnior, sem sucesso. O Barcelona parecia querer que o tempo passasse logo e se limitou a apertar a marcação, exceto por uma ou outra tentativa de contra-ataque com Messi e Dembelé. O Real ainda tentou uma última pressão no fim, mas Ter Stegen, mais uma vez, estava atento. E pela segunda vez na semana o Real acabou derrotado pelo Barcelona diante de sua torcida...

FICHA TÉCNICA
REAL MADRID 0 X 1 BARCELONA

Data: 2 de março de 2019, sábado
Hora: 16h45 (de Brasília)
Local: Santiago Bernabéu, em Madri (ESP)
Motivo: 26ª rodada do Campeonato Espanhol
Cartões amarelos: Busquets, Sergio Ramos, Lenglet, Asensio
Cartões vermelhos: -
Gols: Rakitic, aos 25' do primeiro tempo

REAL MADRID: Courtois; Carvajal, Varane, Sergio Ramos e Reguilón; Modric, Casemiro (Isco) e Kroos (Valverde); Gareth Bale (Asensio), Benzema e Vinicius Júnior. Técnico: Santiago Solari

BARCELONA: Ter Stegen; Sergi Roberto, Piqué, Lenglet e Alba; Busquets (Semedo), Arthur (Vidal), Rakitic e Dembelé (Coutinho); Messi e Suárez. Técnico: Ernesto Valverde

Futebol