PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Pré-temporada curta e férias na China atrapalham Hernanes no São Paulo

Hernanes encara marcação argentina contra o Talleres na Libertadores - Daniel Vorley/AGIF
Hernanes encara marcação argentina contra o Talleres na Libertadores Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Flávio Latif e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

28/02/2019 04h00

Quando o São Paulo anunciou o retorno de Hernanes, em dezembro, o torcedor já começou a sonhar com mais atuações decisivas do meio campista. No entanto, o Profeta ainda não engatou uma boa sequência em 2019. Neste domingo, contra o Bragantino, existe a possibilidade de ele reforçar o time. Mas não é apenas a tendinite na perna direita - que o afastou do jogo contra o Red Bull, na rodada anterior - que preocupa.

A queda de produção de Hernanes pode ser explicada pelo curto período de pré-temporada antes da disputa da fase eliminatória da Copa Libertadores, em que o Tricolor paulista fora eliminado pelo Talleres, da Argentina, e pelas férias no futebol chinês.

Antes da sua reestreia pelo São Paulo, contra o Eintracht Frankfurt, pela Florida Cup no dia 10 de janeiro, o jogador só havia disputado uma partida oficial no dia 11 de novembro, pelo Campeonato Chinês. Na ocasião, ele tinha disputado 90 minutos na vitória do Hebei Fortune por 2 a 1 sobre o Beijing Guoan.

Até mesmo por isso, há quem pense no São Paulo que seria mais proveitoso o jogador fazer uma espécie de pré-temporada agora para só depois disputar as partidas. No entanto, o jogador quer ajudar o clube, ainda mais em um momento de dificuldade após a eliminação precoce no torneio continental.

Hernanes continua dedicado no dia a dia. Assim que tiver condições para retomar a sua rotina, deverá fazer trabalhos também fora do clube. Em sua última passagem pelo São Paulo, em 2017, ele aprimorou a sua técnica com casa. O meia tem um campo de society e lá fez exercícios com bola para melhorar o desempenho em fundamentos básicos como chute, passe e domínio.

Em sua carreira, o Profeta sempre chamou a atenção por causa da dedicação aos trabalhos. No dia a dia, ele costumava fazer exercícios físicos complementares. Essa dedicação rendeu fatos memoráveis. Em 2015, no Campeonato Italiano, por exemplo, ele entrou para a história ao se tornar o primeiro jogador a fazer gols de falta com as duas pernas. Na vitória por 2 a 1 da Inter de Milão sobre a Lazio, ele fez de esquerda um gol de falta. Agora, é esperar para ver quando ele voltará a ser o Profeta que todos se acostumaram a ver. 

    

Futebol