PUBLICIDADE
Topo

Santos

Santos diz ter dívida de Romário para abater multa de F. Jonatan;Ceará nega

Felipe Santos/cearasc.com
Imagem: Felipe Santos/cearasc.com

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

27/02/2019 16h32

O Santos tenta diminuir o valor a ser pago ao Ceará pela contratação do lateral-esquerdo Felipe Jonatan. O Peixe notificou o clube que iria depositar a multa rescisória de 6 milhões de reais, mas diz ter uma dívida do Ceará pelo empréstimo do também lateral-esquerdo Romário e quer abater no valor da multa.

Em contato com a reportagem do UOL Esporte, o presidente do Ceará, Robinson de Castro, negou que exista qualquer tipo de dívida referente ao empréstimo do jogador no ano passado.

"Ceará não deve nada ao Santos ou a qualquer clube, atleta ou funcionário. Dívida trabalhista zero. Salários pagos antes do vencimento. Tenho orgulho disso. O Ceará não é o Santos, pago minhas contas em dia", disse o mandatário em contato com o UOL Esporte.

O atleta esteve no Ceará entre os meses de março e setembro do ano passado e o Peixe alega que o Vozão não teria pago os salários do jogador durante esse período. Com problemas de fluxo de caixa para efetuar o pagamento da multa de Felipe Jonatan ao Ceará, a ideia santista é abater essa suposta dívida no valor a ser depositado.

O presidente José Carlos Peres garantiu para pessoas próximas que os valores da multa estarão na conta do Ceará até amanhã (28). No entanto, na saída do Pacaembu após o empate que eliminou o Peixe da Copa Sul-Americana, o mandatário decretou sexta-feira como prazo limite para efetuar o pagamento.

O presidente do Ceará contestou as informações publicadas pelo UOL, que sustenta a apuração. Quatro pessoas com acesso aos dados e ligados à diretoria confirmaram a dívida à reportagem.

Santos