PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio volta a tentar Murilo, mas Cruzeiro pede Pepê e negócio emperra

Aos 21 anos, zagueiro do Cruzeiro já interessou ao Grêmio na virada do ano - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Aos 21 anos, zagueiro do Cruzeiro já interessou ao Grêmio na virada do ano Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Jeremias Wernek e Thiago Fernandes

Do UOL, em Porto Alegre

23/02/2019 04h00

O Grêmio voltou a tentar a contratação de Murilo, zagueiro do Cruzeiro. O nome dele já havia sido incluído na negociação frustrada envolvendo Thiago Neves e Luan, em dezembro. Agora, as tratativas não estão avançando de novo e o motivo é a pedida celeste: o empréstimo de Pepê, meia-atacante do clube gaúcho que abriu 2019 em alta.

A direção do Grêmio, ao ouvir a pedida do Cruzeiro, respondeu que Pepê não será emprestado. Autor de três gols no ano, o jovem é visto como uma das novas joias do clube.

O negócio por Murilo, no entanto, ainda não está completamente descartado. Os clubes seguem em conversação de olho em acordo. A ideia do Grêmio é ter Murilo por empréstimo.

Aos 21 anos, Murilo é uma alternativa do Grêmio para fechar a lista de opções defensivas do seu elenco. Recentemente, o clube tentou Luan Peres, ex-Fluminense, e não conseguiu liberação do Club Brugge, da Bélgica.

O desejo por um quinto zagueiro é antigo, mas tem esbarrado justamente na titularidade absoluta da dupla Geromel e Kannemann. A leitura no Grêmio é que outros jogadores ficam mais receosos em fechar contrato pelo status dos concorrentes dentro do atual elenco. Recentemente, Paulo Miranda mostrou regularidade e aumentou mais as dificuldades.

Murilo fechou 2018 em recuperação, após cirurgia no ombro esquerdo. Ainda assim, o nome dele esteve na negociação entre Grêmio e Cruzeiro. Em dezembro, os clubes costuraram acordo que previa troca de Luan por Thiago Neves, Murilo e Raniel. As tratativas se encerraram e houve polêmica em torno do motivo - cada lado alegou razões diferentes.

Futebol