PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Flu estreia Ganso para abafar semana de crise e polêmica

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

22/02/2019 04h00

Em uma semana marcada por briga com Maracanã e Vascoparalisação por falta de salários e ameaça de exclusão do Ato Trabalhista, o Fluminense, enfim, tem uma razão para voltar a sonhar com dias melhores.

Contratação mais badalada do clube na temporada, o clube aguarda a estreia de Paulo Henrique Ganso, que veste hoje pela primeira vez a camisa tricolor, diante do Bangu, às 21h, no Maracanã.

A simples presença do novo camisa 10 traz um ar mais leve para as Laranjeiras, que viveu dias para lá de carregados nesses últimos tempos. Com o meia, a expectativa é de que a torcida volte a ter esperanças por momentos mais felizes.

O jogador, que tem no técnico Fernando Diniz um grande entusiasta, é a peça que o Flu entende que falta para dar um salto de qualidade. Embora o time tenha conseguido impor o seu ritmo de jogo e o toque de bola já sejam marcas registradas desse Tricolor, há o consenso de que falta qualidade no passe final, uma das especialidades do jogador.

"Não estou muito preocupado onde ele vai jogar. Ele vai conseguir se adaptar bem", resumiu Diniz, que completou:

"Com a estreia do Ganso, claro que ganharemos um toque mais refinado e esperamos que a equipe dê um salto de qualidade".

Para o jogo de hoje, o comandante terá as baixas de Luciano e Airton, expulsos contra o Vasco, mas contará com o retorno do lateral Gilberto, recuperado de um edema ósseo que o tirou de combate desde agosto do ano passado. 

O duelo desta noite é encarado no clube como uma possibilidade de recomeço no clube e de retomada com a aliança com o torcedor. Antes marcado para Moça Bonita, a partida foi agendada para o Maracanã por um pedido do Fluminense, que foi prontamente atendido pelo rival desta sexta. Com o atrativo de Ganso, a direção do Flu espera um bom público para prestigiar seu mais novo astro.

FICHA TÉCNICA
BANGU X  FLUMINENSE

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 21h (horário de Brasília)
Árbitro: Luis Antonio Silva dos Santos   
Auxiliares: Marcus Vinicius Machado Araújo Brandão e Fabiana Nobrega Pitta

Bangu
Jefferson Paulino; Kelvin, Anderson Penna, Michel, Diyeson; Josiel, Serginho, Marcos Júnior, Robinho; Pingo e Anderson Lessa. Técnico: Alfredo Sampaio

Fluminense
Rodolfo; Gilberto, Matheus Ferraz, Digão e Marlon; Caio Henrique, Bruno Silva, Daniel e Ganso; Everaldo e Yony Gonzalez. Técnico: Fernando Diniz

Fluminense