PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Palmeiras encaminha venda de Deyverson para time chinês por R$ 51 milhões

Partida mais recente de Deyverson teve cuspida em rosto de rival durante clássico contra o Corinthians - Palmeiras/Flickr
Partida mais recente de Deyverson teve cuspida em rosto de rival durante clássico contra o Corinthians Imagem: Palmeiras/Flickr

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

21/02/2019 20h28

O Palmeiras encaminhou hoje a venda de Deyverson para o time chinês Shenzhen FC por 12 milhões de euros (equivalente a R$ 51,3 milhões na cotação atual. O Alviverde é dono de 70% dos direitos federativos do centroavante e ainda tenta fazer com que o Levante (ESP), dono da fatia restante, abra mão de parte de sua quantia. O jogador ainda não aceitou a proposta, mas já participa das conversas.

A princípio o Palmeiras teria direito a cerca de R$ 36 milhões pelo negócio, mas o diretor de futebol Alexandre Mattos está confiante de que consegue reduzir o valor repassado aos espanhóis. A expectativa é de que o Alviverde embolse até R$ 40 milhões fixos pela transferência de Deyverson, além de possíveis 3 milhões de euros (R$ 12.8 mi) caso o centroavante alcance na China alguns objetivos previstos em contrato.

Mattos viajou à Espanha no último final de semana justamente para tratar da negociação. Ainda não estão descartadas as vendas do zagueiro Vitão e do lateral esquerdo Luan Cândido, promessas das categorias de base do Palmeiras que estão na mira de clubes europeus.

Deyverson tem 17 gols marcados em 62 partidas com a camisa do Palmeiras. Ultimamente, porém, virou sinônimo de confusão principalmente em partidas importantes. São cinco expulsões desde que chegou ao Verdão, incluindo aquela no clássico do último dia 2, quando ele cuspiu no rosto do corintiano Richard (relembre no vídeo abaixo). Tal ato resultou em uma suspensão de seis partidas no Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo, além de R$ 350 mil de multa imposta pelo clube.

Após o episódio, Deyverson passou a fazer terapia com um psicólogo para tentar acalmar seus ânimos. Querido no vestiário, o jogador de 27 anos nunca escondeu que tem dificuldade para se controlar em momentos quentes dentro de campo. A diretoria e a comissão técnica sempre tentaram apoiá-lo, definindo-o como um "bom menino" que, às vezes, se empolga demais.

Deyverson foi contratado em 2017 por 5 milhões de euros (cerca de R$ 19 milhões na época), de modo que a ida para a China pode valorizar seu futebol em até 140%. De início ele teve pouco espaço sob o comando de Roger Machado, mas viveu boa fase após a chegada de Luiz Felipe Scolari na metade do ano passado. Se confirmada a venda, Felipão passa a ter como opções apenas Borja e Arthur Cabral - que ainda nem pôde ser inscrito no Campeonato Paulista.

Relembre confusão protagonizada por Deyverson contra o Corinthians

Gols UOL Esporte

Palmeiras