PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Regular em 2018, Lucas Lima tenta vencer críticas com "orgulho e confiança"

Lucas Lima foi titular em quatro jogos de 2019, mas ainda tenta retomar sequência no Palmeiras - Thiago Calil/AGIF
Lucas Lima foi titular em quatro jogos de 2019, mas ainda tenta retomar sequência no Palmeiras Imagem: Thiago Calil/AGIF

Do UOL, em São Paulo

21/02/2019 18h39

Lucas Lima não vive seu melhor momento com a camisa do Palmeiras, mas usa 2018 como exemplo para enfrentar os questionamentos. Ele foi o jogador que mais atuou na campanha do Decacampeonato, mas agora tem sua titularidade questionada por parte da torcida e vive missão de retomar a confiança.

"Ano passado foi um ano muito importante pelo título em um dos campeonatos mais difíceis do mundo. Pude participar bastante da conquista, sendo o jogador que mais atuou. Isso é motivo de muito orgulho e confiança para seguir o trabalho e conquistar novos objetivos", discursa o meio-campista, que esteve em campo em 34 das 38 rodadas do Brasileirão passado.

Neste começo de ano a fase do meia é ruim. Ele participou de todos os sete jogos do Palmeiras e soma 416 minutos, mas não participou de um gol sequer em 2019. Neste cenário ele ainda não consegue uma sequência como titular e vê ganhar força os pedidos por Raphael Veiga e Zé Rafael na função de armador da equipe.

"A responsabilidade de jogar no Palmeiras é muito grande, vestir essa camisa é um motivo de muita alegria. Vamos entrar em todas competições para conquistar grandes coisas, pois o tamanho do Palmeiras e a paixão da torcida exige isso", contemporiza Lucas Lima, exaltando o clube.

Há boa possibilidade de Lucas Lima estar entre os 11 palmeirenses que enfrentam o Santos no sábado, a partir das 19 horas (de Brasília). O clássico no Allianz Parque vale pela oitava rodada do Campeonato Paulista.

Siga o UOL Esporte no

Palmeiras