PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Inter espera Valdívia para conversar e não descarta rescisão de contrato

Valdívia se reunirá com a direção do Inter e pode deixar o clube definitivamente - Alexandre Lops/Inter
Valdívia se reunirá com a direção do Inter e pode deixar o clube definitivamente Imagem: Alexandre Lops/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

15/02/2019 04h00

O Internacional espera Valdívia para conversar. Na próxima semana, o atacante é esperado em Porto Alegre, onde debaterá com a direção do clube alguma alternativa para a carreira. Nos bastidores, o Colorado não descarta sequer a rescisão do vínculo que vai até 2020. 

VEJA TAMBÉM

O problema para um eventual rompimento é a multa. Se partir do Inter a intenção de desligar o meia-atacante de 24 anos do seu quadro funcional, precisará arcar com os valores previstos no vínculo. E tal situação só se alteraria caso o jogador concordasse com isso. 

Sem clube desde o ano passado, quando foi dispensado pelo Al-Ittihad, da Arábia Saudita, Valdívia não pareceu muito preocupado com a condição. Enquanto o mercado da bola se movia de forma agitada, o 'Poko Pika', como ele mesmo se apelidou, curtia sua família, recluso no Mato Grosso, sua terra natal. 

Enquanto isso, o Botafogo foi o principal interessado em sua contratação. O acordo, porém, não evoluiu. 

Segundo apurou o UOL Esporte, o Internacional sequer cogita reintegrar o jogador. O clube gaúcho não foi notificado da dispensa dele do clube árabe e tem firmado contrato que responsabiliza o Ittihad pelo pagamento do salário do jogador até o fim de julho. Desta forma, irá ouvir o que ele pretende, sem se ver obrigado a exercer qualquer movimento. 

O Colorado admite envolver Valdívia em outra negociação, seja por empréstimo ou de forma definitiva. O jogador, por sua vez, pretende analisar ofertas apenas depois de conversar com o Internacional. 

Pelo Al-Ittihad, que pagou R$ 10 milhões pelo empréstimo do jogador, ele disputou apenas 8 partidas e marcou um gol. Antes, foi emprestado ao São Paulo, time pelo qual fez três gols em 19 jogos, e o Atlético-MG, onde marcou duas vezes em 33 jogos. 

O principal destaque da trajetória do atleta foi em 2015, quando pelo Inter marcou 19 gols em 53 jogos. No ano seguinte, porém, após passar por um momento complicado com lesão e cirurgia, marcou quatro vezes em 32 jogos e acabou marcado na campanha do rebaixamento para Série B. 

O Inter possui 40% dos direitos econômicos de Valdívia. O restante está dividido entre o investidor Delcir Sonda, o Rondonópolis-MT e o agente do jogador. 

Internacional