PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Despedidas e renovações: elenco campeão começa a mudar no Atlético-PR

Elenco campeão em 2018 começa a ser modificado: saídas e renovações - Divulgação/Twitter/AtléticoPR
Elenco campeão em 2018 começa a ser modificado: saídas e renovações Imagem: Divulgação/Twitter/AtléticoPR

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

17/12/2018 16h40

O final de 2018 também está significando o fim da relação do Atlético-PR com alguns jogadores do time campeão da Copa Sul-Americana em 2018. Os meias Raphael Veiga e Guilherme e o atacante Marcinho já se despediram nas redes sociais. Guilherme retorna ao Corinthians e Marcinho ao São Bernardo, ambos não tiveram o reempréstimo solicitado. Já Veiga, titular na campanha, voltará para o Palmeiras, com quem tem contrato.

Outros ainda podem sair. Pablo desperta interesse de diversos clubes, mas o Atlético não o negocia por menos de 10 milhões de Euros. Renan Lodi e Bruno Guimarães, outras revelações do clube em 2018, também estão na mira de clubes, especialmente de fora do Brasil. Na semana anterior às finais da Sul-Americana, Lodi chegou a publicar uma mensagem enigmática sobre "despedida" em seu perfil social, mas apagou. 

Lodi - Reprodução - Reprodução
Mensagem enigmática de Lodi pouco antes da final da Sul-Americana: de saída?
Imagem: Reprodução

O zagueiro Paulo André é outro que pode deixar o Furacão, mas apenas em campo, migrando para a área administrativa. O jogador já havia declarado que pretende se aposentar em 2019 e trabalhar no clube como gerente ou outra função de gestão. Entretanto, ainda não confirmou a decisão.

Base será mantida

Entre os que ficam, estão Lucho González, com contrato renovado antes da decisão contra o Junior Barranquilla, e Marcio Azevedo, cujo prolongamento de contrato foi anunciado nesta segunda. Lucho fica até o fim de 2019 e Azevedo até o fim de 2020. Camacho, que está emprestado pelo Corinthians, é outro que pode ficar. Thiago Heleno teve sondagens, mas permanece no Furacão. Na defesa, Santos e Jonathan já tinham contrato mais longo, assim como os atacantes Rony e Marcelo Cirino. Atletas como o zagueiro Cléberson ou o meia Felipe Gedoz retornam de empréstimo e ainda têm situação indefinida.

O clube ainda liberou outros dois jogadores que vieram no meio de 2018 para reforçar o time de aspirantes. Baralhas, do Ituano, e Sananduva, do Juventude, não ficaram na equipe, que será comandada no Paranaense por Rafael Guanaes, técnico campeão da Copa Paulista pelo Votuporanguense. Os meias João Pedro, que estava no Botafogo, e Matheus Anjos, que foi emprestado ao Guarani, podem compor esse elenco, assim como o zagueiro Robson Bambu, ex-Santos, e o atacante Guilherme Bissoli, ex-São Paulo, que chegaram no final do ano. 

À exemplo dos anos anteriores, o Atlético terá duas equipes: Aspirantes e Principal, com a primeira disputando o Campeonato Paranaense de profissionais e a segunda se dividindo entre Libertadores, Recopa, Brasileiro, Copa do Brasil e Copa Suruga. 
 

Futebol