PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Após Coutinho e Marcelo, Casemiro é cortado na seleção; Rafinha é chamado

Rafinha ganha chance com Tite na vaga do lesionado Casemiro - Josep LAGO / AFP
Rafinha ganha chance com Tite na vaga do lesionado Casemiro Imagem: Josep LAGO / AFP

Marcus Alves

Colaboração para o UOL, de St. Albans (Inglaterra)

12/11/2018 14h00

Depois de Philippe Coutinho e Marcelo, a seleção brasileira viu outra peça importante de seu grupo se machucar e desfalcar a equipe nos últimos testes de 2018. Agora foi a vez do volante Casemiro, do Real Madrid, cortado após se lesionar durante a vitória merengue de 4 a 2 sobre o Celta de Vigo, na noite de domingo (11), pelo Campeonato Espanhol. Rafinha Alcântara, do Barcelona, foi chamado para o seu lugar.

O filho do tetracampeão mundial Mazinho se apresenta hoje à noite em St. Albans, nos arredores de Londres, onde a seleção está instalada.

Casemiro teve de deixar o jogo do Real logo aos 19min do primeiro tempo e, segundo a imprensa espanhola, terá de se ausentar dos gramados por três semanas para tratar uma entorse no tornozelo direito, que afetou os ligamentos da região.

É a primeira vez desde a Copa do Mundo que se ele se ausentará de um compromisso da seleção.

Ao lado de Coutinho, Neymar e Marquinhos, o volante do Real Madrid era até aqui o único jogador que participou de todos os amistosos desde a campanha na Rússia.

A equipe, que se apresentou pela manhã, iniciou a preparação para os jogos em treino nesta tarde, no CT do Arsenal, mas não esteve com o grupo completo.

A revelação são-paulina Augusto Galvan, hoje no Real Madrid, foi, inclusive, chamada para completar as atividades e participou da movimentação ao lado de Neymar e companhia.

O time comandado por Tite encerra o ano contra o Uruguai, na próxima sexta-feira (16), no Emirates Stadium, em Londres, e depois se desloca até Milton Keynes para enfrentar Camarões, na terça seguinte (20).

Futebol