Topo

Futebol


Croácia e Inglaterra empatam em reedição de semifinal; Bélgica bate a Suíça

Luka Modric, da Croácia, tenta jogada sob a marcação de Harry Kane, da Inglaterra - AFP
Luka Modric, da Croácia, tenta jogada sob a marcação de Harry Kane, da Inglaterra Imagem: AFP

Do UOL, em São Paulo

12/10/2018 17h39

A rodada desta sexta-feira (12) da Liga das Nações da Uefa teve apenas a Bélgica como vencedora. Em reedição de uma das semifinais da última Copa do Mundo, a Croácia, que havia vencido por 2 a 1 na Rússia, recebeu a Inglaterra em jogo que ficou no 0 a 0. Enquanto isso, os belgas bateram a Suíça por 2 a 1 com atuação decisiva de Romelu Lukaku.

O empate entre croatas e ingleses deixou as duas seleções com apenas um ponto no Grupo 4 após duas partidas. Com isso, a Espanha, que soma seis, ficou em boa situação para garantir classificação para a fase final.

A partida marcou a estreia de Jadon Sancho na seleção inglesa. Sensação da temporada do Campeonato Alemão, o atacante do Borussia Dortmund, aos 18 anos de idade, tem um gol e sete assistências em apenas dez jogos como profissional. Ele entrou no segundo tempo no lugar de Raheem Sterling.

Já no Grupo 2, a Bélgica foi a seis pontos com a vitória sobre a Suíça, que ficou com três. A Islândia, ainda zerada, aparece na lanterna do grupo.

Cadê a torcida?

Carl Recine/Action Images via Reuters
Imagem: Carl Recine/Action Images via Reuters

Por conta de gancho imposto pela Uefa, a Croácia teve de receber a Inglaterra com portões fechados no estádio HNK Rijeka, na cidade de Rijeka. A suspensão acontece porque em 2015, quando os croatas mandavam partida contra a Itália, uma suástica apareceu no gramado. Com isso, o clima ficou bem diferente do que se espera em uma reedição de semifinal de Copa do Mundo.

Haja força!

Carl Recine/Action Images via Reuters
Imagem: Carl Recine/Action Images via Reuters

Em um primeiro tempo de pouquíssimas emoções, chamou atenção a distância que chegou a água cuspida por Kyle Walker. O lateral-direito do Manchester City, que jogou como zagueiro na Copa do Mundo e pediu para retornar à posição original também na seleção, imitou a marca registrada do Triple H, lutador de WWE, ao se hidratar.

Ameaça pelo alto

Michael Regan/Getty Images
Imagem: Michael Regan/Getty Images

Por meio das bolas paradas, a Inglaterra chegou perto de abrir o placar. No primeiro tempo, Eric Dier, volante do Tottenham, aproveitou cobrança de escanteio do lado direito do ataque para cabecear a bola na trave oposta. Na segunda etapa, foi a vez do centroavante Harry Kane, seu companheiro de time e de seleção, acertar o travessão após toque de cabeça. 

Não pode, garoto!

Carl Recine/Action Images via Reuters
Imagem: Carl Recine/Action Images via Reuters

Em poucos meninos, Marcus Rashford perdeu duas boas oportunidades para abrir o placar ni segundo tempo. Primeiro, recebeu a bola com espaço na frente de Dominik Livakovic, mas pegou mal na bola ao tentar o arremate de pé esquerdo e recuou a bola. Depois, carregou a bola para dentro da área e ajeitou o corpo para bater de direita, mas novamente parou na defesa do goleiro adversário.

Gol é com ele mesmo

John Thys/AFP
Imagem: John Thys/AFP

Se Rashford teve dificuldades para decidir pela Inglaterra, Romelu Lukaku, seu companheiro de Manchester United, viveu jornada diferente. O centroavante da Bélgica fez os dois gols da vitória sobre a Suíça, que marcou o gol de honra com Mario Gavranovic.

Mais Futebol