PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Barbieri se despede do Fla e aponta clima político como problema

Maurício Barbieri foi demitido do Flamengo na manhã desta sexta-feira (28) - Gilvan de Souza / Site oficial do Flamengo
Maurício Barbieri foi demitido do Flamengo na manhã desta sexta-feira (28) Imagem: Gilvan de Souza / Site oficial do Flamengo

Do UOL, no Rio de Janeiro

28/09/2018 14h20

Demitido na manhã desta sexta-feira (28), o técnico Mauricio Barbieri se despediu oficialmente do Flamengo por meio de nota oficial. Classificando como um prazer ter trabalhado “num dos maiores clubes do mundo” e se dizendo orgulhoso por ter ajudado no desenvolvimento de jovens, o treinador apontou o clima político como um dos problemas para o Rubro-Negro este ano.

O Flamengo terá eleições em dezembro e as chapas de situação e oposição vivem um período de embate enquanto o time caminha para a reta final da temporada agora somente com o Campeonato Brasileiro em jogo.

Justamente por isso, o acerto com o técnico Dorival Júnior foi por um contrato até o fim de 2018. O clube, porém, ainda não o anunciou oficialmente.

Confira a íntegra da despedida de Maurício Barbieri:

"Foi um prazer trabalhar num dos maiores clubes do mundo. E fico satisfeito e orgulhoso, também, por ter ajudado na evolução de jovens talentos formados no clube e ter participado do crescimento profissional deles, o que sempre foi um lema no Flamengo.

É um ciclo que se encerra e, agora, fico na torcida para que o time conquiste o título brasileiro. E tem totais condições para isso. A pressão por resultados é muito intensa, até pela grandeza do clube, mas em ano eleitoral isso se aflora ainda mais. Que esse momento político turbulento não atrapalhe na reta final.

Tenho certeza de que deixo as portas abertas para poder, quem sabe um dia, voltar e fazer um novo trabalho. Só tenho a agradecer a toda diretoria, comissão técnica, jogadores e demais funcionários. E ao torcedor rubro-negro, que é soberano e faz a diferença".

Futebol