PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mattos fala em resgate de Dudu no Palmeiras e banca permanência de Moisés

Ale Cabral/AGIF
Imagem: Ale Cabral/AGIF

Do UOL, em São Paulo

24/07/2018 20h28

Dudu segue no Palmeiras, mas deixou a impressão de que ficou a contragosto após o clube recusar uma proposta de 15 milhões de euros (R$ 65,5 milhões) do Shandong Luneng, da China. Parte da torcida chiou e colocou em dúvida o comprometimento do meia-atacante com o negócio frustrado.

Para Alexandre Mattos, diretor de futebol do Verdão, o momento é de se aproximar de Dudu para motivá-lo em busca dos objetivos da equipe treinada por Roger Machado nesta temporada, como as fases finais da Libertadores e da Copa do Brasil e uma melhora de colocação no Campeonato Brasileiro - o Palmeiras está em sexto lugar.

"Vamos resgatar esse cara. Precisamos que todo mundo lá dentro, os funcionários, a comissão técnica, os diretores e principalmente o torcedor, compreendam que são seres humanos e têm as suas necessidades. Se tiver uma necessidade, ela não pode não acontecer, mas vamos resgatar esse cara. Vamos dar carinho, vamos dar atenção e vamos buscar os títulos", afirmou Mattos em participação no programa "Central Fox", do canal Fox Sports, nesta terça-feira (24).

Após a vitória por 3 a 2 sobre o Atlético-MG, no último domingo, no Allianz Parque, pelo Brasileirão, Dudu admitiu que ficou triste com a negativa à proposta dos chineses, que era muito vantajosa financeiramente, mas minimizou as críticas e disse estar "no maior do Brasil".

Mattos também comentou sobre uma proposta de 6 milhões de euros (R$ 26,2 milhões) do Pyramids, do Egito, por Moisés, e bancou a permanência do meia. "Ele sabe que vai ficar", afirmou o diretor, que não prometeu reforços para o Palmeiras nesta janela de transferências.

"Já disse isso algumas vezes: estamos enfrentando algumas dificuldades pela questão do nosso calendário. O Palmeiras sofreu bastante com essa situação do momento em que abre o mercado mundo afora e aqui estamos no meio de competição. A grande contratação do Palmeiras agora é manutenção forte do elenco", completou.

Futebol