PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Campello exonera VP de futebol do Vasco e diretoria racha

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

04/05/2018 19h09

A invasão de organizadas do Vasco ao treino em São Januário não foi o único fato que movimentou o clube nesta sexta-feira (4). Após o ocorrido, o presidente cruzmaltino, Alexandre Campello, exonerou o vice-presidente de futebol, Fred Lopes, do cargo. A atitude configura o racha que acontece na diretoria que tomou posse em janeiro deste ano. A informação foi dada em primeira mão pela rádio Tupi e confirmada pelo UOL Esporte. Ercolino de Luca, que esteve na pasta na segunda gestão de Roberto Dinamite, é o mais cotado para assumir.

O clima entre os dois começou a azedar a partir da venda do jovem Paulinho para o Bayern Leverkusen (ALE), conduzida pelo próprio Campello e sem a participação de Lopes.

O agora ex-vice de futebol, desde então, se demonstrava ausente e não participava mais das coletivas envolvendo o departamento, como no dia do anúncio da venda do atacante e também nesta sexta, após o episódio da invasão.

Presidente do Conselho Deliberativo e um dos principais articuladores da vitória de Campello na eleição vascaína, Roberto Monteiro e outro que já não fala a mesma língua e se mostra distante das decisões do mandatário cruzmaltino.

Na saída da delegacia onde depôs sobre a invasão ao treino, Alexandre Campello expôs o racha com seus antigos aliados:

“Quero abrir o Vasco. E esse grupo (Identidade Vasco) não está atuando assim. A transparência minha está incomodando" .

Mais informações em instantes.

Futebol