PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Chefe de organizada do Vasco está entre presos por tentativa de emboscada

Reprofução/Internet
Imagem: Reprofução/Internet

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

28/10/2017 20h37

Sávio Agra, presidente da Força Jovem do Vasco, está entre os 71 presos - outros seis menores foram apreendidos - pelo Gepe (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios) antes do clássico deste sábado (28), contra o Flamengo, no Maracanã.

A unidade monitorou os integrantes e promoveu uma ação na sede da torcida, em São Cristóvão. A Força Jovem está suspensa dos estádios e não pode chegar a menos de cinco quilômetros dos locais de jogos. 

A sede, inclusive, fica a menos de 2,5 km do Maracanã. Foram encontrados morteiros, soco-inglês, protetor bucal, bastões de madeira e até uma faca com os torcedores.

Sávio foi identificado pelo Gepe, conforme confirmou o Major Sílvio Luiz ao UOL Esporte. "Conhecemos alguns torcedores que foram presos. O Sávio está entre eles. Todos serão ouvidos e as autoridades competentes aplicarão as punições necessárias", afirmou.

Sávio foi identificado pelo próprio Gepe por ter agredido o ex-zagueiro do Vasco Rodrigo em setembro de 2015, quando a delegação chegava ao hotel que servia de concentração na Lapa.

Futebol