PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Manifestação favorável à Catalunha é vetada em jogo do Barça, diz jornal

Banner favorável à Catalunha que não pôde entrar no Camp Nou em jogo do Barcelona - Manu Fernandez/AP
Banner favorável à Catalunha que não pôde entrar no Camp Nou em jogo do Barcelona Imagem: Manu Fernandez/AP

Do UOL, em São Paulo

18/10/2017 19h04

Nesta quarta-feira (18), o Barcelona venceu o Olympiacos por 3 a 0 no Camp Nou em jogo que teve como pano de fundo manifestações favoráveis à independência da Catalunha. Mesmo assim, de acordo com reportagem do jornal espanhol "Mundo Deportivo", objetos que seriam utilizados pela torcida da equipe da casa foram vetados e não puderam entrar no estádio.

Ao redor do Camp Nou, a Assembleia Nacional da Catalunha (ANC) e a a Òmnium Cultural, entidades que pedem a independência da Catalunha, mostraram o material que não pôde entrar no Camp Nou. Trata-se de dois cartazes, um que dizia “Liberdade para presos políticos catalães na Espanha” e outro com os dizeres “Liberdade para Jordi Sánchez e Jordi Cuixart”, presos em meio às manifestações pela independência da comunidade.

Um dos responsáveis pelo veto, o Barcelona fez sua própria manifestação ao exibir uma grande bandeira com a inscrição DRE, sigla para diálogo, respeito e esporte.

Além disso, no 17º minuto da partida, apareceram bandeiras atrás dos gols do Camp Nou pedindo liberdade, uma em inglês e outra em catalão.

O regulamento da Uefa proíbe manifestações políticas durante jogos oficiais de competições europeias. Por isso, o Barcelona vetou o material da ANC e da Òmnium, temendo sanções esportivas.

O jogo foi válido pela terceira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. O Barcelona venceu as três partidas que jogou pela competição até aqui.

Futebol