PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Na China, Boi Bandido diz que voltaria ao SP 'na Série A ou na B'

 

#tbt Tricolor #soberano

A post shared by Aloisio (@aloisio19asg)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

on

Bruno Thadeu

Do UOL, em São Paulo

18/09/2017 04h00

Aloisio Boi Bandido tem contrato até o fim do ano com o Hebei Fortune e é uma das principais peças do time chinês. O atacante afirma não ter iniciado conversas para renovar o vínculo na Ásia, mas aponta duas direções para 2018: permanecer na China ou voltar para o futebol brasileiro.

Há quatro anos residindo na China, Boi Bandido se diz adaptado ao país asiático. Mas o atacante não esconde que um eventual convite do São Paulo pesaria na definição para o próximo ano.

“Eu não conversei com ninguém na China e no Brasil sobre o que farei em 2018. Ainda vou resolver. Mas eu gostaria sim de um dia voltar ao São Paulo”, conversou o atacante com o UOL Esporte por telefone, enquanto armava churrasco em sua residência, em Qinhuangdao, na China.

“Vamos bater três vezes na madeira para que isso não aconteça [São Paulo ser rebaixado]. Mas não tenha dúvidas de que eu jogaria no São Paulo em qualquer situação. Quem não gostaria de jogar em um clube da grandeza do São Paulo?”, acrescentou o atacante.

03.07.2013 - Aloísio dá carrinho para celebrar gol de empate do São Paulo após falha do goleiro Cássio - AFP PHOTO / NELSON ALMEIDA - AFP PHOTO / NELSON ALMEIDA
Aloísio defendeu o São Paulo na temporada de 2013
Imagem: AFP PHOTO / NELSON ALMEIDA

De longe, Boi Bandido diz não acompanhar o São Paulo regularmente. Por essa razão, o atacante prefere não apontar os motivos do fraco rendimento tricolor em campo.

Em 2013, o São Paulo passou por momento semelhante no Brasileirão, mas a equipe reagiu no returno daquele ano. Boi Bandido integrava aquele elenco.

São Paulo lança ação de marketing com Aloísio, apelidado de Boi Bandido - Divulgação - Divulgação
Em 2013, São Paulo lançou ação de marketing com Boi Bandido
Imagem: Divulgação

“O que aconteceu em 2013 pode ser exemplo para agora. Naquele ano, o Muricy chamou o grupo para um papo reto. Ele disse: ‘Quem não correr vai dançar’. E foi o que aconteceu. Quem se dedicou e correu foi ficando. A equipe foi se transformando e teve o apoio da torcida. Eu acho que isso pode se repetir”.

“Tem o Hernanes, Jucilei, Rodrigo Caio, Cueva...o São Paulo tem time para brigar lá no topo”, acrescentou.

Interação com os são-paulinos nas redes

A ligação com o São Paulo segue estreita. O atacante defendeu o time do Morumbi na temporada de 2013. Em sua conta nas redes sociais, Boi Bandido interage com a torcida tricolor e apoia o amigo Hernanes.

“Às vezes eu passo na página do Hernanes na internet e mando mensagens positivas. É um amigo e que tem ajudado muito o São Paulo”.

“Eu joguei na Chape, no Figueirense, mas a identificação com o São Paulo foi maior. O pessoal entra na minha página para escrever: ‘volta Boi’. Tem muita coisa para acontecer até o fim do ano”.

Perto da vaga na Liga da Ásia

Boi Bandido - Hebei China Fortune FC/Osport/Divulgação - Hebei China Fortune FC/Osport/Divulgação
Imagem: Hebei China Fortune FC/Osport/Divulgação
 
A equipe de Boi Bandido é a terceira no Campeonato Chinês. Os três primeiros disputam a "Libertadores Asiática" (Liga dos Campeões da Ásia). 
 
O atacante brasileiro tem 11 gols em 21 jogos disputados com o Hebei na temporada. Ele é o vice-artilheiro do time no ano, atrás do argentino Lavezzi. Desde que chegou à Ásia, Boi Bandido marcou 50 gols marcados em 98 jogos válidos pelo Campeonato Chinês.
 
"Estamos brigando pelo título e próximos de uma vaga na Liga [asiática]. O nosso momento é bom. A classificação para esse torneio da Ásia vai ser muito importante para eu decidir meu futuro".

Futebol