PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Muralha falha, e Paraná tira Flamengo da Primeira Liga nos pênaltis

Do UOL, no Rio de Janeiro

31/08/2017 00h01

Classificação e Jogos

Ainda que nos pênaltis, passou de fase quem valorizou mais a competição entre Flamengo e Paraná. Depois do empate por 1 a 1 no tempo normal - gols de Everton Ribeiro e Renatinho -, os paranaenses garantiram a vaga na semifinal da Primeira Liga com o triunfo por 5 a 4 nas penalidades, nesta quarta-feira (30), em Cariacica. O Rubro-negro até encaminhou a classificação, mas uma falha clamorosa do goleiro Alex Muralha colocou os visitantes no jogo e tirou os cariocas do torneio.

O próximo adversário do Paraná será o Atlético-MG, que bateu o Internacional por 1 a 0. O duelo acontece já no próximo sábado, às 19h (de Brasília), em Belo Horizonte. Em caso de empate, os times definirão a vaga na final da segunda edição da Primeira Liga nos pênaltis.

Márcio Araújo capitão e Gabriel lateral-direito

A Primeira Liga está longe de ser prioridade no Flamengo. Finalista da Copa do Brasil e preocupado com objetivos mais importantes para salvar a temporada, o Rubro-negro entrou em campo com uma maioria absoluta de reservas. Os titulares ficaram no Rio de Janeiro. Nas laterais, o técnico Reinaldo Rueda optou pelo praticamente descartado Gabriel no lado direito, além do jovem Klebinho pela esquerda. O contestado Márcio Araújo foi o capitão da equipe. O destaque ficou pela utilização do trio Everton Ribeiro, Geuvânio e Vinicius Júnior.

Público de Cariacica vai ao delírio com Vinicius Júnior

O Flamengo havia jogado apenas uma vez em Cariacica na atual temporada. Os rubro-negros estavam ansiosos e puderam rever o clube do coração, ainda que com uma formação bem distante da realidade. O jogador mais exaltado foi o jovem Vinicius Júnior, negociado ao Real Madrid por 45 milhões de euros. Aos 16min, ele brindou a torcida com um belo passe para Felipe Vizeu. O goleiro Richard bloqueou para escanteio. Nos pênaltis, no entanto, o xodó da Gávea e Lucas Paquetá desperdiçaram as cobranças.

Felipe Vizeu se machuca e vira problema

Substituto direto de Paolo Guerrero (suspenso) para a primeira partida da final da Copa do Brasil, o atacante Felipe Vizeu sentiu o joelho esquerdo nos primeiros movimentos da segunda etapa e precisou deixar o gramado para a entrada de Lucas Paquetá. O camisa 47 ainda tentou voltar, mas reclamou de dores e foi para o banco de reservas aos prantos. O jogador ainda será reavaliado pelo departamento médico, mas já é considerado um problema para a comissão técnica por conta da proximidade do jogo decisivo.

Paraná acerta o travessão no começo do 2º tempo

Se o primeiro tempo foi bastante amarrado, os times se soltaram um pouco mais da etapa complementar, principalmente o Paraná. E a primeira chance de perigo foi dos paranaenses. Aos 5min, Iago Maidana aproveitou cruzamento e acertou o travessão após cabeceio com liberdade na área.

De pênalti, Everton Ribeiro abre o placar com categoria

O gol do Flamengo só apareceu aos 18min do segundo tempo. Após bola levantada na área, Geuvânio cabeceou e a bola resvalou no braço de Igor. O árbitro marcou pênalti, que foi cobrado com extrema categoria por Everton Ribeiro. Era para o Rubro-negro conquistar a tranquilidade na partida, mas...

Muralha falha novamente e leva gol do meio da rua

Dois minutos depois de abrir o placar, o Flamengo levou um gol absolutamente inesperado. O goleiro Alex Muralha mandou a barreira abrir em cobrança de Renatinho do meio da rua. O chute veio venenoso, mas de muito longe. O goleiro, que vive péssima fase na Gávea, aceitou. A vantagem caiu por terra e colocou o Paraná novamente na partida.

Conca volta a jogar após 72 dias

De volta ao futebol brasileiro e em um longo processo de recuperação de cirurgia no joelho, o argentino Darío Conca voltou a atuar pelo Flamengo após 72 dias. Ele teve a oportunidade de entrar aos 32min do segundo tempo na vaga de Geuvânio para a alegria da torcida rubro-negra, que clamou pelo atleta desde o intervalo.

FLAMENGO (4) 1 X 1 (5) PARANÁ

Local: Kleber Andrade, em Cariacica (ES)
Árbitro: Renato Cardoso da Conceição (MG)
Auxiliares: Magno Arantes Lima (MG) e Leonardo Henrique Pereira (MG)
Cartões amarelos: Iago Maidana e Igor (Paraná)
Gols: Everton Ribeiro, aos 18min do segundo tempo; Renatinho, aos 20min do segundo tempo

Flamengo
Alex Muralha; Gabriel, Léo Duarte (Thuler), Rafael Vaz e Klebinho; Márcio Araújo, Romulo e Everton Ribeiro; Geuvânio (Conca), Vinicius Júnior e Felipe Vizeu (Lucas Paquetá)
Técnico: Reinaldo Rueda

Paraná
Richard; Cristovam, Eduardo Brock, Iago Maidana e Igor; Gabriel Dias, Leandro Vilela e Renatinho; Minho (Vinicius Kiss), Robson (Murilo Rangel) e Alemão
Técnico: Lisca

Futebol