PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Manu volta a Barcelona e Grêmio reúne documentos para ação na Fifa

Emanuel Ferreira, o Manu, durante exibição na Arena do Grêmio - Lucas Uebel/Grêmio
Emanuel Ferreira, o Manu, durante exibição na Arena do Grêmio Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

30/03/2017 20h10

O menino Emanuel Ferreira, Manu, segue foco de polêmica no Grêmio. Depois de retornar de Barcelona, o garoto de apenas 10 anos tornou a viajar para a cidade espanhola, onde pretende defender o Barça. Acompanhado do pai, deve realizar atividades em algum clube 'barriga de aluguel' da equipe de Neymar, Messi e companhia. Enquanto isso, o Tricolor reúne provas para uma ação na Fifa alegando aliciamento. 

O Grêmio chegou a mudar o tom sobre buscar seus direitos após a investida do Barça sobre o menino. O discurso foi alterado a partir das declarações do ex-jogador Mazinho e do empresário André Cury. Ambos trabalham com negociações do Barcelona e procuraram o Tricolor para informar que não havia interesse real na contratação do garoto. 

Mas os últimos dias mudaram novamente o cenário. Após um encontro com o pai de Manu e a tentativa de uma conversa para alinhar a permanência em Porto Alegre, o vice jurídico gremista, Nestor Hein, percebeu que a intenção deles era mesmo mudar-se para lá. 
 
"Não sabemos como ele vai ficar, mas está lá e não irá voltar. O Barcelona tem três clubes 'barrigas de aluguel' onde as promessas que eles levam ficam treinando", comentou ao UOL Esporte.
 
O dirigente gremista confirmou, ainda, que o clube está reunindo provas para entrar com uma ação contra o Barcelona na Fifa. A alegação é que o clube aliciou o garoto de apenas 10 anos de idade. 
 
"Não adianta acusar, esta é uma situação que é necessário provar. E é nisso que estamos trabalhando", acrescentou. 
 
A família de Manu segue em silêncio e prefere não se manifestar publicamente. Em janeiro, segundo o Grêmio, o pai do menino pediu desligamento do quadro de funcionários do clube. José Ferreira era segurança e atuava na Arena. 
 
Ferreira levou o filho por intermédio de Mazinho para uma semana de treinos no Barcelona. O Grêmio autorizou tal período crente no regresso. Mas as fotos em redes sociais e ausências na escolinha de futebol gremista mostraram que o plano era permanecer por lá. 
 
Durante o período desde o retorno do Barcelona até a nova viagem à Espanha, Manu não retomou treinos no Grêmio, mas realizou atividades de treinamento funcional em uma academia de Porto Alegre. 

Futebol