PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Da queda de braços à reaproximação: como Inter reatou com William

William pode retornar ao elenco do Internacional após renovação de contrato - Jeremias Wernek/UOL
William pode retornar ao elenco do Internacional após renovação de contrato Imagem: Jeremias Wernek/UOL

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

22/02/2017 04h00

William está mais perto de retornar ao elenco do Internacional. Uma série de conversas deixaram o lateral direito inclinado a ampliar seu contrato. O que parecia uma briga com separação como destino óbvio tem tudo para se transformar em reconciliação nos próximos capítulos. 

A novela da renovação de contrato ou saída do jogador se estende desde o período de férias. Tão logo assumiu o comando do clube, a direção atual do Colorado procurou o jogador e seus empresários para uma proposta de renovação. O vínculo atual vence em abril do ano que vem. 
 
Mas William considerou baixa a oferta, com aumento salarial que, na avaliação dele, não condizia com seu status no grupo. Rejeitou e postou-se disposto a se transferir. Recebeu, em seguida, uma proposta oficial do Wolfsburg, da Alemanha. Eram 4 milhões de euros (cerca de R$ 13 milhões), que foram rejeitados pelo clube gaúcho.
 
Enquanto isso, uma declaração via nota oficial tornou as coisas ainda mais difíceis. William afirmou que gostaria de deixar o Inter para realizar o sonho de jogar na Europa. Tal frase irritou os cartolas, que determinaram seu afastamento do elenco principal. Ele sequer esteve com o grupo em momento algum da pré-temporada ou dos treinos até hoje. 
 
Mas esta quarta-feira pode ser simbólica. Depois de fechada janela de transferências sem qualquer nova proposta, William reconsiderou a possibilidade de ampliar seu vínculo. A nova proposta da direção do Internacional teve uma sensível mudança em relação a anterior. Os mesmos valores salariais, quatro anos de vínculo, mas uma cláusula que facilita liberação para, enfim, realizar o sonho de atuar na Europa. Contando com  a intenção de Antonio Carlos Zago em contar com ele, além de apoios importantes no grupo, até o fim de semana ele deve ser reintegrado. 
 

A intervenção de D'Alessandro

 
Amigo pessoal do lateral direito, D'Alessandro foi peça fundamental na reaproximação. Ao fim de cada treino do 'time dos isolados', que contava com William, Ariel, Anderson e qualquer outro que estivesse em recuperação de lesão, o gringo chamava William para perto dos ex-colegas. Sorrisos, brincadeiras, afagos, tudo ocorria como se ele ainda estivesse no elenco de cima. Até mesmo com a direção, que acompanha os treinos representada pelo executivo Jorge Macedo e o vice Roberto Melo, passaram a interagir mais com ele. 
 
Desde a última semana, as declarações mudaram de tom. Tanto que agora, uma reunião deve apresentar um novo rumo para a situação. William ampliaria seu vínculo afastando a chance de deixar o Inter sem render qualquer lucro através de pré-contrato - que poderia ser assinado já no meio deste ano - e desta forma retomaria seu posto no elenco. 
 
Com 21 anos, William foi campeão olímpico com a seleção brasileira no ano passado. Titular absoluto do Internacional, acabou o ano como um dos principais destaques do time, saindo ileso do rebaixamento para a segunda divisão. Atuou até como meia, improvisado pelo técnico Celso Roth, e teve bom desempenho. 

Futebol