PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Modesto: Ricardo Oliveira ficou porque negócio com China não saiu a tempo

Divulgação/Santos FC
Imagem: Divulgação/Santos FC

Do UOL, em São Paulo

21/02/2017 12h47

Ricardo Oliveira não deixou o Santos rumo a China por questão de tempo e não deve mais ir para a liga asiática mais badalada do momento. A informação foi dada pelo presidente santista Modesto Roma, que analisou a chance de perder atletas para o futebol chinês em entrevista ao canal Esporte Interativo na segunda-feira (21). Além de lembrar a negociação frustrada do atacante, o dirigente mostrou confiança na renovação de Lucas Lima.

“Possibilidade sempre há (de vender alguém para China)”, disse o cartola. “Não rejeitei (a proposta por Ricardo Oliveira). Não deu certo a negociação. O Ricardo estava a fim. Não deu tempo (de topar). Eles começam sempre lá embaixo. Quando chegaram nos 6 milhões de euro eu toparia, mas aí já não dava mais tempo, então não saiu o negócio. Pelo Ricardo não vem mais proposta, eu acho.”

Sobre Lucas Lima, Modesto Roma mostrou segurança de que a China não é uma ameaça à permanência do meia. “O Lucas não vai para China, acho que está mais perto de renovar do que qualquer coisa”, declarou.

O presidente santista também elogiou a Federação Paulista de Futebol (FPF), a quem ele considera bem organizada.

“Tem federação que é uma m... A FPF é organizada. O Paulista jogam os 16 clubes da A1, 16 da A2, 16 da A3, 180 e tantos na quarta divisão. Todo mundo quer organizar a A1. Quem vai organizar a Série B, que dá um prejuízo enorme e a federação tem que arcar? São os clubes da A1 que arcam. Ninguém vai fazer uma liga para organizar a Série B”, analisou Modesto, que discutia a possibilidade da criação de uma liga para baratear gastos dos clubes do primeiro escalão do futebol nacional.

Futebol