PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Vasco se mobiliza para ter campeão olímpico contra o Santos na Copa BR

Luan, de cabelo descolorido, morde sua medalha de ouro da Rio 2016 - Paulo Fernandes / Site oficial do Vasco
Luan, de cabelo descolorido, morde sua medalha de ouro da Rio 2016 Imagem: Paulo Fernandes / Site oficial do Vasco

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

23/08/2016 06h00

Medalha de ouro na Rio 2016, o zagueiro Luan é dúvida para a importante partida desta quarta-feira (24), contra o Santos, na Vila Belmiro, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

O jogador acusou dores no joelho esquerdo ainda durante os Jogos, antes da final contra a Alemanha, mas exames não detectaram nenhum tipo de lesão. No retorno ao Vasco nesta segunda-feira, porém, ele demonstrava incômodo.

“Quero muito jogar contra o Santos. Treinei muito lá na Seleção Brasileira. Senti umas dores semana passada, os exames não apontaram nada, mas voltei a sentir uns incômodos agora. Nesta segunda-feira fiz trabalhos na academia do Caprres. Vamos ver como estarei até quarta-feira. Está incomodando um pouco a dor ainda, mas farei de tudo para estar em campo na partida”, declarou o jogador com a medalha no peito e o cabelo descolorido, assim como fizeram os demais atletas da seleção.

Durante o período olímpico, Luan conviveu com três dos seus adversários de quarta: o atacante Gabigol, o lateral Zeca e o meia Thiago Maia. O defensor demonstrou simpatia pelo trio e revelou que já houve provocações.

“Eu ainda não conhecia o Gabigol, o Thiago e o Zeca. São moleques do bem, muito dedicados. Já nos provocamos um pouquinho por causa do jogo”, disse.

Luan foi reserva de Marquinhos e Rodrigo Caio na campanha do ouro inédito. Ele entrou no segundo tempo de duas partidas da competição: Dinamarca e Honduras.

Futebol