PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Site da Copa América desiste de ter Neymar como garoto-propaganda

Site da Copa América, agora, usa David Luiz como representante do Brasil - Reprodução
Site da Copa América, agora, usa David Luiz como representante do Brasil Imagem: Reprodução

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

07/04/2016 12h55

O oficial da Copa América desistiu de usar Neymar como um de seus garotos propagandas. Sem ter certeza se o jogador estará com a seleção brasileira na competição disputada em junho, nos Estados Unidos, a organização colocou David Luiz em seu lugar, que está em baixa com a amarelinha

Em contato com o UOL Esporte, o Comitê Organizador Local não comentou a situação do jogador e afirmou que usa vários jogadores para fazer a propaganda da competição. Acrescentou, ainda, que só a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) pode falar da situação de seus jogadores.

Neymar era o garoto propaganda do site da Copa América - Reprodução - Reprodução
Neymar era usado até mês passado
Imagem: Reprodução
Apesar da resposta, o site da Copa América manteve todos os outros jogadores como garotos propagandas e só trocou Neymar. Chicharito, do México, Lionel Messi, da Argentina, Tim Howard, dos Estados Unidos, Alex Sanchez, do Chile, Luis Suárez, do Uruguai, e James Rodriguez, da Colômbia, têm suas imagens usadas desde o início até hoje.

No sorteio oficial, realizado em fevereiro em Nova York, e em várias outras ações de marketing, o brasileiro era sempre o mais exibido ao lado de Lionel Messi. Neymar, aliás, era figurinha carimbada em propagandas durante os jogos da MLS (Major League Soccer, campeonato de futebol dos EUA). 

Neymar deve ficar fora da Copa América para poder representar a seleção brasileira nas Olimpíadas deste ano. Por ter mais de 23 anos, ele não poderia obrigar o Barcelona a liberá-lo para a disputa no Rio de Janeiro.

O clube espanhol, no entanto, disse que toparia vê-lo no Brasil em agosto desde que ele abrisse mão da Copa América. No caso de Lionel Messi, a opção foi a oposta. Ele não jogará no Rio, em 2016, mas estará na competição nos Estados Unidos.

A CBF mantém a esperança de contar com o jogador nas duas competições e já elaborou planos para convencer o Barcelona dessa opção. O coordenador de seleções, Gilmar Rinaldi, tem mais uma viagem programada para a Espanha ainda este mês para tratar de novas conversas sobre o tema. 

Futebol