PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Corinthians bate São Paulo e decidirá Copinha contra Botafogo-SP

Do UOL, em São Paulo

22/01/2015 22h51

O Corinthians vai em busca de seu nono título da Copa São Paulo. A equipe bateu o São Paulo por 3 a 0 em Limeira nesta quinta-feira e está na decisão do torneio.

Apesar de gerar muita expectativa, os corintianos tiveram certa facilidade para passar pelo rival, em uma partida marcada por muita tensão, troca de agressões e briga de torcedores.

Pela frente, o Corinthians terá o Botafogo, de Ribeirão Preto, que venceu o Palmeiras por 2 a 1, em Barueri.

Fases do jogo: Nervosismo e pouco futebol. Esse foi o começo da partida em Limeira com os jogadores trocando empurrões e com muitas faltas. A primeira vez que alguém quis jogar bola, Maycon deu um lindo passe de trivela para Matheus Vargas, que cortou o zagueiro e bateu no canto do goleiro.

O gol parece ter abalado o São Paulo que começou a sofrer com o poder ofensivo corintiano. Até que aos 31 minutos, Léo Príncipe aproveitou vacilo da defesa são-paulina após belo passe de Marciel e ampliou. Ainda no primeiro tempo, João Paulo quase diminuiu de escanteio, mas a bola foi no travessão.

O ritmo mudou no segundo tempo e o São Paulo foi para cima do Corinthians desde o primeiro minuto, quando João Paulo carimbou a trave adversária ao bater na saída do goleiro. Na sequência, Caíque evitou o gol após cabeçada de Inácio e no rebote, João Paulo mandou para fora.

Mas, para definir a partida apareceu Gabriel Vasconcelos, que recebeu a bola dentro da área e bateu por baixo do goleiro Lucas, fazendo o terceiro gol corintiano. Na comemoração, ele provocou a torcida adversária imitando o gesto que Cristian fez cruzando os braços e mostrando o dedo do meio.

Melhor: Maycon - O passe dado pelo meia do Corinthians foi fundamental para o placar ser construído com facilidade. Ele deixou Matheus Vargas na cara do gol.

Pior: Matheus Reis - O lateral do São Paulo se preocupou mais em arranjar confusão do que jogar. E foi em suas costas que surgiu Léo Príncipe para fazer o segundo gol corintiano.

Para lembrar.

Briga. Antes do jogo começar, a torcida do Corinthians tentou invadir o setor reservado aos são-paulinos e entrou em conflito com a polícia militar.

Agressão. Matheus Cassini cuspiu no zagueiro do São Paulo durante a partida. Matheus Reis devolveu na mesma moeda e foi atingido por uma cabeçada, antes de dar um soco na nuca do adversário.

Atraso. A torcida organizada do São Paulo chegou ao estádio apenas no intervalo da partida e demorou para entrar para as arquibancadas. O mesmo aconteceu com os corintianos.

Futebol