PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Atleticano Jô deixa futuro em aberto depois da Copa do Mundo

Bernardo Lacerda

Do UOL, em Vespasiano (MG)

08/05/2014 15h37

Convocado para a seleção brasileira que disputará a Copa do Mundo, o atacante Jô é um dos jogadores que podem deixar o Atlético-MG depois da competição. O jogador despista sobre o futuro, mas reconhece ser caminho normal receber proposta depois do torneio mundial.

“Eu e o Victor defendendo a seleção em uma Copa do Mundo. Depois da Copa, a gente nunca sabe como vai ser, sempre abrem portas”, disse Jô.

O atleta é um dos mais cotados para deixar o clube. Em dezembro passado o centroavante recebeu sondagens que não evoluíram. O Atlético, preocupado com o assédio, chegou a aumentar seu salário e proporcionalmente sua multa contratual.

Jô está avaliado em cerca de 15 milhões de euros. O Atlético é dono de 50% dos direitos e o restante é dividido entre um grupo de investidores e o Internacional, seu ex-clube. O vínculo dele com o alvinegro mineiro vai até julho de 2016.

O centroavante não esconde a felicidade de viver em Belo Horizonte, mas reconhece que o caminho poderá ser uma transferência. “Tive sintonia muito boa com a torcida, com o Atlético, me dei muito bem em Belo Horizonte, mas são coisas do futebol, a gente não sabe o dia de amanhã, tenho de agradecer ao Atlético pela confiança”, afirmou.

Uma das grandes preocupações da diretoria atleticana quanto a uma negociação de Jô é em relação ao bloqueio de contas que o Atlético sofre por dívida com a Fazenda Nacional. O problema com o Governo impede o clube de receber o valor referente à venda de Bernard ao Shakhtar, em agosto do ano passado.

Futebol