PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Santos acelera busca por 'técnico medalhão' e sonha com Tite para 2014

Tite em treino do Corinthians na Vila Belmiro antes do duelo da semifinal da Libertadores de 2012 - Fernando Donasci/UOL
Tite em treino do Corinthians na Vila Belmiro antes do duelo da semifinal da Libertadores de 2012 Imagem: Fernando Donasci/UOL

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

29/10/2013 06h00

O Comitê Gestor se reúne no inicio desta semana para tentar definir a contratação do próximo treinador do Santos para a temporada 2014. A cúpula alvinegra busca um técnico renomado, com fama de “medalhão” no mercado, e já tem as suas prioridades. Abel Braga e Mano Menezes estão em pauta, mas o “sonho de consumo” da diretoria santista é Tite, que dirige o arquirrival Corinthians.

Além de agradar a maioria dos integrantes do Comitê Gestor, o UOL Esporte apurou que o nome de Tite também é considerado o primeiro da lista do gerente de futebol, Zinho, que começa a ganhar força nos bastidores da política do clube. O ex-dirigente do Flamengo já conquistou o respeito da alta cúpula santista, algo que Nei Pandolfo, seu antecessor, nunca alcançou.

Zinho considera Tite o melhor treinador do país na atualidade. O gerente de futebol, inclusive, já passou informações de bastidores do treinador que agradaram o Comitê Gestor. Isso porque o ex-ponta esquerda foi jogador de Tite no Grêmio, onde conquistaram a Copa do Brasil, diante do Corinthians, com vitória por 3 a 1, em pleno Morumbi, em 2001.

A estratégia da diretoria santista é fazer uma espécie de acordo verbal com algum treinador mais experiente e manter Claudinei Oliveira até o término de seu contrato. Assim o clube economizaria até dezembro, quando o Santos paga a última parcela de R$ 350 mil da multa rescisória de Muricy Ramalho.

A diretoria espera fazer um acordo verbal com algum treinador, já que Tite ainda detém contrato com o Corinthians e não definiu o seu futuro. O Comitê Gestor do Santos não descarta a hipótese do técnico renovar o vínculo com o clube de Parque São Jorge.

Por conta disso, a cobrança de Claudinei Oliveira direcionada aos dirigentes do Santos após o clássico contra o Corinthians, no último domingo, não foi por acaso. O treinador sabe nos bastidores que a diretoria procura um técnico renomado para a temporada 2014 e, por isso, pretende definir o seu futuro também.

"É bom definir isso até para eu definir a minha vida também. Não dá para esperar até 31 de dezembro e nesse período eu deixar de ouvir propostas e chegar no dia primeiro e eu estar desempregado. Aí chega janeiro, os clubes já contrataram e eu fico no mercado", reclamou.

O Blog do Perrone revelou que a diretoria santista também recebeu a sugestão de contratar Gilson Kleina, técnico do Palmeiras. Sem revelar se a ideia partiu de algum empresário, cartolas do clube afirmam, reservadamente, que o nome do treinador foi bem recebido.

Futebol