PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Beckham é confirmado pelo PSG e diz que não receberá salários: "Tudo irá para caridade"

David Beckham foi apresentado como o novo reforço do Paris Saint-Germain - REUTERS/Philippe Wojazer
David Beckham foi apresentado como o novo reforço do Paris Saint-Germain Imagem: REUTERS/Philippe Wojazer

Do UOL, em São Paulo

31/01/2013 14h45

O inglês David Beckham é o novo reforço do estrelado elenco do Paris Saint-Germain. A contratação do meia foi confirmada nesta quinta-feira, em uma coletiva de imprensa que contou com as presenças do jogador, do presidente do clube Nasser Al-Khelaïfi e do diretor esportivo Leonardo. O contrato com o clube francês terá a duração de cinco meses e, de acordo com o jogador, todo seu salário será revertido em doações a uma instituição de caridade.

"Tenho muita sorte. Estou com 37 anos e recebi mais propostas do que esperava. Me sinto muito honrado de fazer parte deste projeto que é o futuro do PSG", disse Beckham. “Não receberei nenhum salário. Decidimos que meu salário irá para um trabalho de caridade com crianças em Paris. É uma das coisas que me deixa mais animado e orgulhoso de fazer".

Beckham estava sem clube desde dezembro, quando encerrou seu contrato com o Los Angeles Galaxy. O acerto do meia com o PSG era esperado desde a manhã desta quarta, quando o inglês viajou a Paris para a realização de exames médicos.

"Não vejo isso como um projeto a curto prazo. Pode ser a curto prazo como jogador, mas tem muita coisa acontecendo com este clube, com novos donos. Não acho que jogarei todos os jogos, espero apenas chegar a esta equipe e ajudar da melhor forma possível", afirmou o jogador. "Faz tempo que as pessoas dizem que seria meu último ano e continuo assinando contratos. Vamos ver o que acontece. Neste momento estou me sentindo muito bem, mas veremos o que vai acontecer no fim da temporada".

Beckham disse que está muito feliz e animado com as perspectivas dentro do clube. "Eu posso ver o que o clube está tentando fazer. Paris é uma cidade fantástica, sempre foi e sempre será, mas agora há um clube que terá muito sucesso nos próximos 10, 15 anos e me sinto muito honrado por ter sido escolhido por fazer parte deste projeto", continuou.

Com 37 anos, Beckham acumula passagens por Manchester United, Real Madrid e Milan, além do Los Angeles Galaxy. Segundo o jornal The Guardian, a proposta do PSG seria a mais atrativa para o meia, que também teria recebido ofertas de equipes de outros países da Europa, da América do Norte, América do Sul, África do Sul, China e Oriente Médio.

“Fico muito honrado pelas ofertas que recebi da liga inglesa. Mas já havia dito que não iria a outra equipe [da Inglaterra] que não fosse o Manchester United, pela história que tenho por lá”, comentou Beckham.

Beckham, nos últimos dias, treinou com o Arsenal para manter a forma física, mas tanto o jogador como o clube negaram chances de um acordo. O veterano jogador também foi especulado no Chelsea, onde acompanhou testes de seu filho nas categorias de base. "Minha família vai ficar em Londres, porque meus filhos vão para a escola lá", explicou ele, que vai usar a camisa 32. Em outros clubes ele usou a 7, que pertence a Ménez, ou a 23, que é de Van der Wiel.

O PSG seria a escolha de Beckham como último clube de sua carreira, apesar do inglês não afirmar uma data para se aposentar. Ele ainda teria a oportunidade de tentar conquistar pela segunda vez a Liga dos Campeões da Europa - venceu o principal torneio do continente com o Manchester United, em 1999.

“Ele ficará conosco em um grande projeto, no sonho de se tornar uma das melhores equipes do mundo. É um grande profissional dentro e fora de campo. Ganharemos muito com sua presença”, afirmou o presidente do clube. 

A chegada de Beckham aumenta a lista de contratações do PSG desde que a equipe foi comprada pelo bilionário xeque catariano Nasser Al-Khelaifi. No último ano, o time francês foi o clube que mais gastou em reforços, com investimentos de 140 milhões de euros (cerca de R$ 380 milhões). Os brasileiros Lucas e Thiago Silva, além do sueco Ibrahimovic, serão alguns dos companheiros do meia inglês.

Futebol