PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Tupãzinho diz que cerveja e churrasco ajudaram a se eleger vereador: "engordei uns 4 kg"

Tupãzinho em sua campanha nas ruas da cidade de Tupã - Reprodução/Facebook
Tupãzinho em sua campanha nas ruas da cidade de Tupã Imagem: Reprodução/Facebook

José Ricardo Leite

Do UOL, em São Paulo

09/10/2012 14h00

O ex-jogador do Corinthians  Pedro Francisco Garcia, o Tupãzinho, se elegeu vereador na cidade de Tupã, no interior paulista, com 908 votos. Foi o sexto mais votado dos 15 que ocuparão as cadeiras da Câmara local.

O autor do gol do primeiro título brasileiro do time alvinegro, contra o São Paulo, em 1990, ele é o atual treinador do Tupã Futebol Clube, time que disputa a última divisão do futebol paulista.

TUPÃZINHO EM CHURRASCOS

  • Tupãzinho em um dos seus encontros na campanha

Tupãzinho diz acreditar que o gol na final de 90 ajudou na sua eleição.  Assim como a boa campanha do clube local, que poderia ter subido para a Série A3 caso não tivesse um jogador irregular. Tupãzinho obteve 10 vitórias em 11 jogos.

“[O gol em 90] ajudou, ajudou sim, com certeza. Foi um gol inesquecível e todo mundo ainda se lembra, muitos corintianos se lembram. Mas muitos corintianos não votaram em mim. Tinha um palmeirense que falava pra eu não acreditar que os corintianos não são fiéis. Foi bom, foi legal. E a campanha do Tupã ajudou muito. O povo ama futebol aqui”, falou.

Para conseguir seus votos, o ex-jogador de 44 anos disse que fez uma campanha no corpo a corpo e que foi necessário em alguns momentos participar de churrascos e tomar uma “cervejinha”.

“Fiz muito tête-à-tête, reuniões de noite ,conversava com o pessoal e pedia voto nas ruas. E os amigos ajudando também. Tem que pedir voto, tem gente que fala depois que não vota porque você não pediu”, falou.

“Tive que participa pouquinho [de churrascos e cervejadas]. Às vezes eu não queria, mas tinha que tomar umas”, brincou. “Mas foi legal, engordei uns 4 kg. Não tem jeito, tinha que participar disso tudo...churrasco, janta, salgadinhos para 15 ou 20 pessoas, e cerveja.”

Futebol