PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


Despacho de Bolsonaro é recebido como 'MP do Flamengo' no Congresso

O presidente do Flamengo Rodolfo Landim comparece à cerimônia de posse do ministro das Comunicações, Fábio Faria (PSDD-RN), em Brasília - Pedro Ladeira/Folhapress
O presidente do Flamengo Rodolfo Landim comparece à cerimônia de posse do ministro das Comunicações, Fábio Faria (PSDD-RN), em Brasília Imagem: Pedro Ladeira/Folhapress
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em Belo Horizonte e São Paulo

19/06/2020 04h00

A Medida Provisória (MP) 984, assinada por Jair Bolsonaro (sem partido), foi recebida ontem no Congresso nacional como a 'MP do Flamengo', em tom jocoso, dada a evidente influência da articulação rubro-negra por trás do despacho. Presente em ao menos dois encontros oficiais com o presidente da República em meio à pandemia do novo coronavírus, o mandatário flamenguista Rodolfo Landim foi decisivo para a confecção do documento.

Na última quarta-feira (17), o cartola flamenguista esteve em Brasília para trabalhar visando a homologação da MP. A dupla se juntou a fim de mudar a regra dos direitos de transmissão no futebol brasileiro, o que atinge a TV Globo, eleita por Bolsonaro como adversária. A medida provisória delibera sobre alguns tópicos referentes ao futebol, mas seu item de maior impacto é a mudança nos direitos de transmissão, que agora podem ser negociados diretamente pelos clubes mandantes com as emissoras. (Por Thiago Fernandes)

UOL de Primeira