PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

CBF e Ambev cobram indenização de empresa que patrocinou Neymar na Copa

Neymar participou de campanha da cerveja Proibida veiculada durante a Copa do Mundo da Rússia, em 2018 - Reprodução/TV
Neymar participou de campanha da cerveja Proibida veiculada durante a Copa do Mundo da Rússia, em 2018 Imagem: Reprodução/TV

Do UOL, em São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro

14/02/2019 04h00

A CBF e a cervejaria Ambev, parceiras comerciais de longa data, cobram agora na Justiça uma indenização da cervejaria Proibida, que patrocinou Neymar e realizou uma campanha com o jogador antes e durante a Copa. O argumento é de que a Proibida teria usado vários elementos visuais similares ao uniforme e escudo da seleção brasileira e à cerveja Brahma. O valor da indenização seria arbitrado pela própria Justiça em caso de vitória.

Antes da Copa, CBF e Ambev já tinha tentado proibir a campanha, mas não tiveram sucesso. Em uma decisão liminar, a Justiça apenas determinou que a Proibida não vestisse Neymar com as mesmas cores dos uniformes da seleção. Tanto a confederação como a cervejaria isentam o camisa 10 da seleção brasileira de qualquer culpa - a cobrança não envolve Neymar, que não é parte da ação. Procuradas pela reportagem, CBF e Ambev afirmaram que não comentar a ação em andamento. A Proibida não foi localizada. (Por Pedro Lopes)

Neymar pai se torna sócio de empresa de combustíveis de aviões em Itanhaém

A N&N, empresa dos pais de Neymar, se tornou proprietária da Lisul Combútiveis Aeronáuticos, em Itanhaém. Segundo pessoas ligadas a Neymar pai, a aquisição estava em curso desde 2015 - na Junta Comercial Paulista, entretanto, o pai do camisa 10 da seleção brasileira passou a constar como sócio no final do ano passado. A empresa tem capital social de R$ 500 mil. A aquisição tem motivos logísticos, por causa das aeronaves de propriedade da empresa da família. A empresa possui um hangar no aeroporto de Itanhaém, que não possui vôos comerciais, tem boa estrutura e é mais próximo da sede da empresa, que fica em Santos. (Por Pedro Lopes)

Fluminense não tinha planta de CT da base até o fim de janeiro

Erguido em 1995, o Vale das Laranjeiras, centro de treinamento das divisões de base do Fluminense, não tinha uma planta da instalação até duas semanas atrás, dias antes da tragédia no Ninho do Urubu. O clube se deparou com essa realidade quando o documento foi exigido para receber o laudo da Vigilância Sanitária. Sem isso, o Flu teve de encomendar o desenho da área em Xerém. Já com o papel em mãos, o Flu protocolou junto à Secretaria de Urbanismo de Duque de Caxias o pedido de alvará. O clube já tinha também o sinal verde dos Bombeiros, e a expectativa é que esta autorização definitiva seja emitida em breve. Com a questão resolvida, o Flu receberá o habite-se para que o CT esteja regularizado como dormitório. (Por Leo Burlá)

Palmeiras vai gastar R$ 1,5 milhão por ano com time feminino

O Palmeiras precisará desembolsar R$ 1,5 milhão pela parceria que fará com a prefeitura de Vinhedo por um time feminino. A estimativa dá conta de gastos mensais na casa de R$ 120 mil, incluindo salário de jogadores, comissão técnica e outros gastos. Todas as atletas terão registro em carteira e a previsão é de um elenco com 25 jogadoras. Elas não treinarão nas instalações do Alviverde e terão a cidade do interior como sede. Para base de comparação, a folha salarial palmeirense do time masculino, só considerando os vencimentos em carteira, é de aproximadamente R$ 9 milhões por mês. Contando produtividade, direitos de imagem e luvas, o valor aumenta em cerca de 30%. (Por Danilo Lavieri)

Corinthians: Mesmo inscrito, Romero só joga se renovar

O atacante Romero foi a principal surpresa na lista de inscritos do Corinthians na Copa Sul-Americana. No entanto, o paraguaio seguirá sem ser utilizado pelo Fábio Carille nesta temporada. Apesar da inscrição, a diretoria do clube avisou novamente o atacante: "só joga, se renovar".  Segundo apurou o UOL Esporte, o clube paulista inscreveu Romero com a intenção de "amolecer o coração" do paraguaio. O atacante reabriu negociações com o Corinthians para renovar o contrato que termina em julho deste ano. O pagamento em dólar e o pedido de aumento salarial e mais "luvas" são os empecilhos para o desfecho da negociação. Romero participou do treino entre os reservas ontem, no CT Joaquim Grava, mas não foi relacionado para o jogo contra o Racing, da Argentina, hoje, às 21h30 (de Brasília), em Itaquera, válido pela primeira rodada da Sul-Americana. (Por Samir Carvalho)

Arena reclama, e Grêmio tem reunião por uso do gramado após jogos

Arena Porto-Alegrense e Grêmio voltaram a se reunir por conta do gramado do estádio. O encontro foi motivado por reclamação da empresa, que procura solução para o uso do campo após partidas do time gaúcho. A rotina é levar reservas para atividades físicas leves - circuitos leves de movimentos aeróbicos. A bronca é que estas sessões desgastam mais a grama, replantada entre dezembro e janeiro. O Grêmio foi ao encontro, mas se mostrou incomodado com a reivindicação da Arena. O entendimento do clube gaúcho é que o treino físico pós-jogo faz parte das ações da partida e o gramado precisa ser preservado também considerando essa etapa. Dentro do clube gremista cresce ala que relaciona as últimas medidas da Arena Porto-Alegrense mais com a Copa América do que com as necessidades do Grêmio. (Jeremias Wernek)