PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

São Paulo e Corinthians disputam quem fechou melhor acordo com game PES

Reprodução
Imagem: Reprodução

Do UOL, em Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo

16/08/2018 04h00

Neste mês, São Paulo e Corinthians fecharam acordos semelhantes com a Konami, envolvendo o jogo Pro Evolution Soccer (PES 2019): dois anos de exclusividade com o game e exibição da marca nos uniformes. Os alvinegros se vangloriaram de ter o contrato maior financeiramente, enquanto os tricolores acreditam que possuem um modelo mais flexível e melhor.

O valor de R$ 4 milhões recebido pelo Corinthians inclui estampar a marca do PES na barra frontal da camisa de jogo durante um ano. A propriedade é uma das mais nobres e maiores do uniforme. Já o São Paulo recebeu uma quantia menor de dinheiro pelo contrato, mas também só precisa exibir a marca por 16 jogos do Brasileirão - à escolha da parceira - e até quando durar a campanha da Copa Sul-Americana. O PES 2019 tem ficado na altura da logo da Adidas na camisa são-paulina, em tamanho reduzido, em uma propriedade que não existia e que já tem interessados para o período pós-Konami.

Ainda serão montadas salas com videogames para uso compartilhado de atletas e funcionários no CT da Barra Funda e no CFA Laudo Natel, em Cotia. No Morumbi, o espaço que servirá de camarote também atenderá o público do Concept Hall em dias sem jogos. (Por Bruno Grossi e Dassler Marques)

Corinthians terá de pagar R$ 22 mi caso queira ficar com Díaz

Emprestado pelo Real Madrid ao Corinthians até o fim de 2019, o paraguaio Sergio Díaz, 20 anos, já tem uma opção de compra estabelecida. O valor é de 5 milhões de euros (R$ 22 milhões aproximadamente) por 70% de direitos econômicos.

Apesar da quantia elevada, dirigentes do Corinthians celebram as condições colocadas no contrato, principalmente de parcelamento. Assim, caso o paraguaio agrade, seria necessário apenas pagar 1 milhão de euros em 2019 para já efetivar a compra, com o restante nos anos seguintes. Em recuperação de uma cirurgia no joelho, Díaz deve estrear nas próximas semanas. (Por Dassler Marques)

Diego Aguirre - Ale Cabral/AGIF - Ale Cabral/AGIF
Imagem: Ale Cabral/AGIF

São Paulo enfrenta maratona após partida contra Colón

Os são-paulinos não terão tempo para descansar após decidir o futuro do clube na Copa Sul-Americana. O time enfrenta o Colón nesta quinta-feira (16) às 21h45, portanto a partida acaba quase à 0h - isso se não for para os pênaltis. Já às 6h55 de sexta (17), a delegação deixa o hotel, em Santa Fé, para iniciar o caminho de volta ao Brasil. Depois de passar por Buenos Aires, a previsão é de que o time chegue ao país depois do almoço.

Ainda na sexta, às 15h30, no CT da Barra Funda, o time se reapresenta. Quem entrou em campo na quinta deve fazer o trabalho regenerativo no Reffis, e os demais vão para o gramado. A agenda atribulada do Tricolor pode ser justificada pela disputa simultânea de duas competições - o torneio continental e o Campeonato Brasileiro. No domingo, no Morumbi, a equipe enfrenta a Chapecoense pelo nacional. (Por José Eduardo Martins)

Flu coloca psicóloga da base no time principal

Por determinação do diretor executivo Paulo Angioni, o Fluminense conta com uma psicóloga em sua comissão técnica. Funcionária das divisões de base do Tricolor desde 2007, Emily Gonçalves foi promovida ao time principal e agora integra o quadro de profissionais que trabalha junto de Marcelo Oliveira.

Psicólogo de formação, Angioni detectou esta lacuna logo em sua chegada ao clube e pediu que Emily, que iniciou sua carreira no Flu ainda como estagiária, fosse cedida. (Por Leo Burlá)

Atlético-MG acha brecha para iniciar obras da Arena MRV

O Atlético-MG conseguiu uma forma de evitar a dependência da Câmara Municipal de Belo Horizonte para iniciar a construção da Arena MRV. A UOL De Primeira apurou que o Galo só necessita do aval oficial da Secretaria Municipal de Meio Ambiente para iniciar as obras no local. A mudança se dá pelo fato de a obra não ser considerada Operação Urbana (aquela que altera espaços acima do espaço já delimitado pela legislação).

Este será um dos fatos informados ao Conselho Deliberativo na próxima terça-feira (21) em reunião convocada por Rodolfo Gropen, presidente do órgão. Com quase tudo certo para o início das obras de sua nova arena, o Atlético sonha com a possibilidade de iniciar as obras no início de 2019. No entanto, a data segue como uma incógnita para os próprios responsáveis pelo projeto do estádio. (Por Thiago Fernandes)

Camisa Coritiba - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Coritiba comemora lucro após lançar marca própria de camisa

O Coritiba comemorou um lucro de aproximadamente R$ 270 mil nos quatro primeiros dias de vendas da sua linha própria de camisas, a 1909. O valor é, segundo o próprio clube, superior ao arrecadado em julho de 2016, ainda no calor da assinatura do contrato com a Adidas, indicado em R$ 250 mil à época. O clube já havia lucrado R$ 330 e 300 mil em maio e junho daquele ano com a marca das três listras, e estima superar esses números até o final do mês.

A 1909 foi lançada no dia 10 de agosto. A parceria é com a Bomache, fabricante cearense que também cuida das marcas de Fortaleza, Paysandu e Santa Cruz, entre outros. "Além de termos toda a gerência no desenvolvimento dos produtos, das peças de material esportivo, das camisas de jogo, a nossa expectativa é atender algumas demandas da torcida, as famosas listras nas costas da camisa do Coritiba, camisa de manga longa em uma cidade fria como Curitiba, por exemplo, e com isso gerar mais receita para o clube", disse Aníbal Mesquita, vice-presidente do clube. (Por Napoleão de Almeida)