PUBLICIDADE
Topo

Copa 2018

Lateral da Espanha diz que Irã foi "desleal"; técnico rebate e cita Salah

Carvajal (à direita) detonou iranianos por "cera", mas levou o troco - Alex Livesey/Getty Images
Carvajal (à direita) detonou iranianos por "cera", mas levou o troco Imagem: Alex Livesey/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

20/06/2018 23h25

Classificação e Jogos


O lateral-direito Carvajal reforçou o coro dos jogadores da Espanha que reclamaram da catimba do Irã no duelo entre as seleções nesta quarta-feira (20), pelo grupo B da Copa do Mundo. Mas Carlos Queiroz, técnico dos asiáticos, não deixou a crítica passar.

- Assista aos melhores momentos de Irã 0 x 1 Espanha
- Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil

"Que a equipe se feche atrás é uma estratégia tática que faz parte do jogo, mas ficar simulando lesões e fazendo cera com o goleiro não é futebol. Isso é desleal. Mas cada um com sua consciência”, afirmou o jogador do Real Madrid em entrevista à rede local Mediaset.

Questionado sobre as declarações do rival, Queiroz rebateu. “Deslealdade? Carvajal deveria olhar para um dos seus colegas de equipe, que tirou um jogador egípcio da final da Liga dos Campeões. Recomendo isso a ele. Se critica os iranianos, que ponha os olhos também na equipe dele”.

O treinador português fez uma referência clara ao zagueiro espanhol Sergio Ramos, que provocou uma grave lesão no ombro de Salah durante a decisão do torneio continental de clubes contra o Liverpool. O egípcio deixou o gramado chorando e só voltou a atuar no segundo jogo de seu país na Copa do Mundo.

Polêmicas à parte, a Espanha venceu o Irã por 1 a 0, com gol de Diego Costa aos 9 min do segundo tempo. O selecionado europeu lidera o Grupo B do Mundial com quatro pontos, mesmo número que Portugal, enquanto os asiáticos aparecem logo atrás, com três, e ainda estão vivos na competição.

Copa 2018