Topo

Copa 2018


Panamenho Quintero fratura pé em amistoso e é cortado da Copa do Mundo

Alberto Quintero em ação durante amistoso do Panamá contra a Dinamarca - Michael Regan/Getty Images
Alberto Quintero em ação durante amistoso do Panamá contra a Dinamarca Imagem: Michael Regan/Getty Images

Da EFE

08/06/2018 10h42

O meia panamenho Alberto Quintero sofreu uma fratura no pé direito durante a derrota de sua seleção, nesta quarta-feira, para a Noruega, em Oslo, e foi cortado da Copa do Mundo da Rússia.

Além disso, a Federação Panamenha de Futebol (Fepafut) revelou que vários jogadores da seleção tiveram seus pertences furtados no hotel onde estão hospedados na Noruega.

Em comunicado, a entidade anunciou que Quintero "está fora da Copa do Mundo, depois de ter sofrido uma fratura do segundo metatarso de seu pé direito".

Quintero entrou no início do segundo tempo e recebeu um pisão do norueguês Bjorn Johnsen durante a vitória dos anfitriões por 1 a 0, no amistoso de preparação que as duas seleções disputaram no estádio Ullevaal, em Oslo, afirma o comunicado.

Gerinaldo Martínez, chefe do departamento médico da Fepafut, explicou que o jogador realizou um exame no pé direito, confirmando a lesão.

De acordo com o médico, Quintero passará por cirurgia e ficará longe dos gramados de seis a oito semanas.

O jogador de 30 anos, que atua no Universitario-PER, será substituído por Ricardo Avila, do KAA Gent-BEL, segundo anunciou a Fepafut no Twitter.

A entidade também informou sobre o furto do que foram vítimas jogadores panamenhos em três quartos do hotel e afirmou que a polícia norueguesa "esteve no local para coletar informações".

Ramón Cardoze, vice-presidente da Fepafut, disse em Oslo à emissora de TV panamenha "Telemetro" que os quartos onde ocorreram os furtos foram no seu, e dos jogadores nas que se cometeu o furto foram a sua e as da defesa Román Torres, José Calderón, Jaime Penedo e Armando Cooper.

Cardoze explicou que foram roubados uma soma de aproximadamente US$ 3 mil "entre todos", e entre seis a sete relógios aparentemente de Cooper.

O dirigente disse que o crime "parece" ter sido cometido "por alguém daqui mesmo do hotel" e afirmou esperar que o caso possa ser resolvido antes da viagem da delegação para Moscou, nesta quinta.

O Panamá está no grupo G, ao lado de Inglaterra, Tunísia e Bélgica, adversária da estreia, no dia 18.

Copa 2018