PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

Com 57 pontos, jogo registra audiência abaixo da partida com a Costa Rica

Paulinho encobre o goleiro Vladimir Stojkovic e faz gol do Brasil contra a Sérvia - Antonio Calanni/AP
Paulinho encobre o goleiro Vladimir Stojkovic e faz gol do Brasil contra a Sérvia Imagem: Antonio Calanni/AP
Mauricio Stycer

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o "Lance!" e a "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Adeus, Controle Remoto" (editora Arquipélago, 2016), "História do Lance! ? Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo? (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011). Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Colunista do UOL

27/06/2018 17h32Atualizada em 28/06/2018 12h10

Dados do Ibope indicam que a audiência do jogo entre Brasil e Sérvia nesta quarta-feira (27) foi um pouco inferior à registrada na sexta-feira (22), quando a seleção venceu a Costa Rica.

Entre 15h e 16h51, tempo de bola rolando, a Globo registrou 57 pontos (com 82% dos aparelhos ligados na emissora) em São Paulo. Este resultado é 375% superior à média da emissora nas últimas quatro quartas-feiras. Com 58 pontos, o jogo Brasil e Costa Rica foi a maior audiência da Globo com futebol desde 2006.

No Rio, a emissora alcançou 57 pontos (com 82% de share), um resultado 307% superior à média do horário nas últimas quatro semanas. Foi um resultado superior à audiência das outras duas partidas da seleção na Copa.

Esses dados são prévios e podem sofrer alteração nesta quinta-feira (28), quando o Ibope divulgar os números consolidados.

Alemanha x Coreia do Sul

A partida que determinou a eliminação da Alemanha da Copa rendeu à Globo 22 pontos de audiência, e 49% de “share”, entre 11h e 12h58 (tempo de bola rolando), um crescimento de 100% em relação às últimas quatro quartas-feiras, em São Paulo. No Rio, o jogo teve audiência de 25 pontos, com 54% de share, um crescimento de 79% em relação as últimas quatro quartas.

Cada ponto do Ibope em São Paulo equivale a 201.061 indivíduos. No Rio, equivale a 118.472 pessoas.

Mauricio Stycer