Só para assinantesAssine UOL
OpiniãoEsporte

Botafogo entregou o ouro. Palmeiras (favorito) e Flamengo lutam pelo título

Na maior derrocada da história do Campeonato Brasileiro de pontos corridos, o Botafogo desperdiçou uma vantagem que chegou a ser de 13 pontos e entregou a liderança e, muito provavelmente, o título ao Palmeiras que, assumindo a ponta da tabela, depende agora apenas de seus resultados nas quatro rodadas restantes para levantar o caneco.

Se apesar da distância de apenas um ponto, o Glorioso não dá a impressão de ainda ser capaz de voltar a briga pelo título (não vence há sete rodadas!), surgiu outro candidato a "underdog" (azarão) nesta reta final: o Flamengo, de Tite, que venceu um jogo tão difícil quanto importante contra o Red Bull Bragantino e parece capaz de sonhar com um tropeço do Palmeiras, que lhe permita chegar ao eneacampeonato brasileiro..

Matematicamente, os seis primeiros (virtualmente classificados para a próxima Libertadores) ainda têm possibilidades de ser campeão. Mas no momento em que, enfim, acabam os asteriscos e todos completaram 34 jogos, apenas Palmeiras e Flamengo parecem estar na briga, pelo momento que vivem. O Red Bull Bragantino poderia estar com o mesmo número de pontos que o líder Palmeiras. Mas perdeu a sua "final", no Maracanã.

O time do ótimo Pedro Caixinha jogou muito contra o rubro-negro carioca e poderia até ter vencido, se os seus atacantes não desperdiçassem tantas oportunidades claras diante do goleiro Rossi. Prova maior disso, concluiu mais vezes que o adversário, nos 45 minutos inicias, mas seu goleiro, Cleiton trabalhou mais que o colega do Flamengo.

Após o intervalo, Tite foi muito bem. Ao tirar Luís Araújo (que não jogara mal a primeira etapa) e colocar Pulgar, empurrando Gerson para a direita, conseguiu reequilibrar seu meio-campo e tomar o controle da partida, que não tivera até então.

É verdade que, mesmo assim, o Bragantino teve ótimas oportunidades e seus atacantes falharam na hora H. Aí, o craque fez a diferença. Numa jogada da qual participaram Bruno Henrique (que na reta final entrou no lugar de Thiago Maia, em outra boa substituição de Tite),) e Pulgar, Arrascaeta tabelou com o chileno e fez, de bico, um golaço tão importante quanto bonito,

Além de ter se colocado a apenas dois pontos do líder, o Flamengo chegou à terceira posição, entrando, por fim, no G-4, meta que o ex-treinador da seleção brasileira colocara como meta, ao assumir,

Nada está definido, Mas o o Palmeiras de Abel Ferreira e o Flamengo de Tite se agigantam na reta final. Ao que tudo indica os dois maiores ganhadores do futebol brasileiro, nos últimos anos, decidirão novamente. Faltam apenas quatro rodadas. Façam suas apostas.

RESSURREIÇÃO

Continua após a publicidade

Assim como Dorival conseguiu recuperar Léo Pereira e juntar Pedro e Gabriel no mesmo ataque, Tite vai ressuscitando Cebolinha e esboçando um ataque com ele na esquerda e Bruno Henrique na direita! Se Tite ganhar o Brasileiro, retomará, com justiça o título de melhor treinador brasileiro em atividade, O que não é pouco, após o fracasso nas duas Copas em que dirigiu a seleção.

PARA REFLETIR

O melhor centroavante do Campeonato Brasileiro é argentino (Germán Cano), o melhor armador é uruguaio (Arrascaeta) e o melhor zagueiro é paraguaio (Gustavo Gomez).

Errata:

o conteúdo foi alterado

  • Diferentemente do informado, o técnico do Palmeiras é o Abel Ferreira, e não o Abel Braga. O erro já foi corrigido.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes