Só para assinantesAssine UOL
OpiniãoEsporte

Tite engole Abel e Flamengo chega na briga pelo título

O duelo era entre os dois melhores times das últimas cinco temporadas por aqui. No período, cada um ganhou dois Brasileiros, uma Copa do Brasil e duas Libertadores. Um choque gigantesco. No qual o Flamengo de Tite realizou a sua melhor apresentação na péssima temporada de 2023 e engoliu o Palmeiras de Abel Ferreira, que parecia disparar para mais uma conquista nacional, aproveitando-se da queda surpreendente e vertiginosa do líder Botafogo.

Pela primeira vez em 2023, o rubro-negro carioca se mostrou coletivamente perfeito, o que facilitou atuações individuais soberbas, casos de Pulgar, Arrascaeta, Pedro, Luís Araújo, Cebolinha (!!!), Fabrício Bruno etc. Na verdade, todos os rubro-negros jogaram bem. E Tite foi cirúrgico. Tanto na escalação inicial quando na armação tática (ousada, versátil e objetiva) e nas substituições, feitas no momento exato, quando a vitória já estava praticamente garantida.

Todos os gols nasceram de lances muito bem construídos. No primeiro, o excelente passe vertical de Pulgar, encontrou o deslocamento de Pedro, nas costas da zaga palmeirense. No segundo, o lançamento de Rossi, o domínio e o cruzamento, na medida, de Cebolinha para a cabeçada de Arrascaeta. Por fim, a joia da coroa: o terceiro e decisivo tento, que contou com a participação de Matheusinho, Arrascaeta, Cebolinha, Ayrton Lucas, Gerson e Pedro. Uma pequena obra-prima.

Tite parece ter encontrado a escalação ideal e os jogadores assimilados exatamente o que ele quer. Luís Araújo e Cebolinha, sobremaneira, se tornaram pontas insinuantes, mas também recompõem com fôlego extraordinário e ajudam a formar a primeira linha de marcação.

O resultado, que permite que os torcedores do Flamengo voltem a sonhar com um título improvável que salve a temporada, tornou o campeonato ainda mais espetacular em sua reta final. Nas cinco rodadas que faltam (seis para Botafogo, Flamengo e Red Bull Bragantino), os seis primeiros podem acabar campeões. Não me lembro de uma reta final tão emocionante.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes