PUBLICIDADE
Topo

Blog do Perrone

Vitória do Palmeiras foi tão fácil que não parecia dérbi

Perrone

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

18/01/2021 20h54

O Palmeiras venceu o Corinthians por 4 a 0 nesta segunda (18) com tanta facilidade que nem parecia dérbi.

O alvinegro, que estava invicto há sete jogos, só assustou no começo da partida, mas parou em Weverton, que fez duas defesas difíceis.

A goleada foi construída a partir de uma marcação implacável feita pelos palmeirenses no meio-campo. O time de Mancini não conseguia trocar passes e entregava a bola para o rival.

A concentração e a tranquilidade dos comandados de Abel Ferreira completaram o serviço. Com inteligência, o Palmeiras abriu o placar num lance em que Willian jantou Gabriel, o pior em campo, e serviu Raphael Veiga. Não por acaso, os protagonistas da jogada foram dois dos melhores palmeirenses na partida.

O Corinthians não reagiu e terminou o primeiro tempo já perdendo por 2 a 0. Luiz Adriano marcou o segundo.

Parecia questão de tempo para o Palmeiras ampliar. E demorou pouco mais do que os 15 minutos do intervalo para isso acontecer. Aos 3 minutos do segundo tempo, Raphael Veiga fez 3 a 0.

O Corinthians continuou praticamente sem ver a cor da bola e abusando dos erros individuais. O pesadelo da torcida corintiana só foi aumentando. Luiz Adriano fez mais um. Gabriel ainda teve tempo de fechar sua péssima atuação com um cartão vermelho por agredir Danilo.

Na mesma proporção, aumentou o sonho do palmeirense de ganhar mais três campeonatos na temporada: Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores, além do Paulista, conquistado na final contra o Corinthians.

Se alguém tinha dúvida de que o alviverde teria fôlego para continuar brigando em três frentes, o passeio desta noite no Allianz Parque mostrou que, neste momento, energia não falta. Aliás, a goleada só não foi maior porque o time da casa se poupou pensando nas batalhas futuras.

Se inscreva no canal Ricardo Perrone no YouTube

Blog do Perrone