Topo

Coluna

Oscar Roberto Godói


Dérbi do jeito que a FPF queria: Palmeiras x Corinthians sem suspensos

Jadson em duelo Palmeiras x Corinthians em 2018 - Daniel Vorley/AGIF
Jadson em duelo Palmeiras x Corinthians em 2018 Imagem: Daniel Vorley/AGIF
Oscar Roberto Godói

Jornalista e ex-árbitro, esteve sob a chancela da Fifa de 1993 a 2000.

02/02/2019 04h00

Tudo pronto para o clássico revanche entre Palmeiras x Corinthians. O dérbi válido pelo Paulistão acontece da maneira que a Federação Paulista queria, ou seja, com as duas equipes sem desfalques proporcionados pelas arbitragens. O Corinthians poderia estar desfalcado de Fagner e o Palmeiras sem Edu Dracena se os árbitros tivessem cumprido as regras disciplinares corretamente.

Depois de tantas reclamações e exigências por parte do Palmeiras, e com razão, a FPF oficializou a presença de quem era bicão na decisão de 2018 em integrante oficial da arbitragem para 2019 criando os cargos de Assessor e Analista de Campo.

O árbitro escalado é Luiz Flávio de Oliveira, integrante da Fifa que, por muito tempo, esteve vetado pelos grandes clubes de São Paulo nos clássicos. É um árbitro experiente e tem condições, e obrigação, de dar conta do recado. Será auxiliado por Marcelo Van Gasse, também da Fifa, e Miguel da Costa, um bom assistente. O quarto árbitro é Rodrigo do Amaral, pouco utilizado pela comissão paulista.

O trabalho da arbitragem estará sendo analisado bem de perto pelo presidente da comissão Ednilson Corona, tendo como assessor o ex-assistente competente Carlos Pianosqui. Portanto, todos os "cuidados" e precaução por parte da Federação, como no ano passado, foram tomados. Resta aguardar que as decisões da arbitragem sejam corretas.

Elogios para a arbitragem do Douglas Flores e assistentes no jogo São Paulo 0 x 1 Guarani. Mesmo sendo um clube grande contra um pequeno, no estádio do grande, imbecilmente com torcida única, condição imposta pelo Ministério Público, placar favorável ao time de Campinas desde o comecinho do jogo, interpretou corretamente a bola na mão de Thiago Ribeiro e não marcou pênalti para o São Paulo e anulou corretamente gol de Pablo por impedimento.

Mais Oscar Roberto Godói