PUBLICIDADE
Topo

Mauro Cezar Pereira

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Mauro Cezar: A sobrevivência do Grêmio na Série A não é algo impossível

Torcedores do Corinthians se vestem de fantasmas da Série B em provocação ao Grêmio - Ettore Chiereguini/AGIF
Torcedores do Corinthians se vestem de fantasmas da Série B em provocação ao Grêmio Imagem: Ettore Chiereguini/AGIF
Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

07/12/2021 04h00

Claro que é difícil. É muito difícil o Grêmio escapar do seu terceiro rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro. Mas faltando uma rodada para o encerramento do certame, a combinação de resultados que pode fazer os gremistas sobreviverem na primeira divisão não é algo tão absurdo como parecia após o time levar o gol de empate do Corinthians no final da peleja do último domingo, em Itaquera.

Para não cair, o tricolor gaúcho precisa vencer o Atlético Mineiro, já campeão, na noite de quinta-feira. Difícil? Sim, mas que time o técnico Cuca escalará, sabendo que domingo, em Belo Horizonte, começa a decidir a Copa do Brasil com o Athletico? E na quarta seguinte, em Curitiba, haverá o jogo de volta. Duas partidas menos de uma semana depois do encontro em Porto Alegre às 21h30 desta quinta-feira.

Nesse cenário, jogando a vida, não é absurdo imaginar que o Grêmio possa, sim, vencer. Mas isso não basta, também seria necessário que o Bahia perdesse para o Fortaleza, jogando na capital cearense. O time baiano perdeu seus três últimos jogos fora de casa e não ganhou os quatro mais recentes longe de Salvador. Será um duelo do quinto contra o 16º. Uma vitória do Leão do Pici seria, até, o resultado mais natural no confronto nordestino.

Mas não seria o bastante, pois o Grêmio também dependeria de uma vitória do Corinthians sobre o Juventude em Caxias do Sul. Aí parece ser o mais complicado, diante do fato de que o time paulista já conseguiu o que desejava na competição, a vaga na Libertadores, e atuará fora de casa. A equipe gaúcha perdeu três de seus últimos cinco jogos, mas venceu os três últimos em seus domínios e não perde há sete partidas na serra gaúcha.

Os gremistas terão que torcer muito, em três jogos, mas o que era visto como impossível no final do domingo hoje parece apenas difícil. Muito difícil.

Siga Mauro Cezar no Twitter

Siga Mauro Cezar no Instagram

Siga Mauro Cezar no Facebook

Inscreva-se no Canal Mauro Cezar no YouTube

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL