PUBLICIDADE
Topo

Mauro Cezar Pereira

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Final Fla-Flu salva o campeonato carioca da sensação de que é apenas treino

Kayky, 17 anos, festeja gol do Fluminense - Jorge Rodrigues/AGIF
Kayky, 17 anos, festeja gol do Fluminense Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF
Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

09/05/2021 17h51

A vitória do Fluminense (3 a 1) sobre a boa equipe da Portuguesa na tarde deste domingo, no Maracanã, salvou o campeonato carioca de um desfecho com sensação de que não passava de treino, de pré-temporada. As pífias campanhas de Botafogo e Vasco, que sequer avançaram à fase de mata-mata, e a enorme superioridade do Flamengo sobre ampla maioria dos participantes ameaçavam o certame de se encerrar em clima monótono.

Depois de fazer 7 a 1 sobre o Volta Redonda no placar somado dos dois confrontos, os rubro-negros esperaram a definição do oponente na final. E os tricolores, que haviam empatado com a Lusa uma semana antes, na Ilha do Governador, carimbaram passaporte para as pelejas que decidirão o título, para alívio dos envolvidos no novo formato de comercialização do certame. Pela primeira vez o Carioca é transmitido pela Record, após anos com a Globo.

Além da exibição dos jogos pela TV, o campeonato desta vez teve outra novidade, com a comercialização dos cotejos por plataformas dos próprios clubes. Uma decisão entre um time grande e um pequeno não seria nada boa para o Carioca, que tenta emplacar novo formato e não alcançaria grande apelo se os rubro-negros estivessem diante da Portuguesa nos dois próximos finais de semana. Como o time verde, grená e branco em campo será o Fluminense, pelo há garantia de uma final mais "real".

Siga Mauro Cezar no Twitter

Siga Mauro Cezar no Instagram

Siga Mauro Cezar no Facebook

Inscreva-se no Canal Mauro Cezar no YouTube

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL