Juca Kfouri

Juca Kfouri

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
Reportagem

Deu pra ti, Fogão!

O Botafogo é mesmo um caso sério.

Vai jogar, ainda sonhando em ser campeão, no Couto Pereira, com portões fechados, contra o rebaixado Coritiba e se permite chegar ao intervalo com 0 a 0 no placar.

Pior, entre a apatia e o nervosismo, com dez jogadores, porque Eduardo, bem Eduardo, o articulador do time, arrumou uma expulsão estúpida, por falta criminosa, no meio de campo.

O segundo tempo foi disputado 10 contra 10 porque Jemerson, tão bocó como Eduardo, no fim do primeiro, também arrumou expulsão por falta na intermediária.

A diferença estava em que um time lutava pelo título e o outro por absolutamente nada.

No segundo tempo o Botafogo foi criando chances de gol e empilhando desperdícios, porque a cabeça, definitivamente, está um turbilhão.

No segundo derradeiro, porém, pênalti para o Glorioso: aos 50, Tiquinho Soares bateu e deixou o Fogão na vice-liderança a um ponto do Palmeiras.

Certas coisas, você sabe.

Fazia um mês que Tiquinho não marcava e oito jogos que o Botafogo não vencia.

Continua após a publicidade

Mas, você não vai acreditar: no minuto seguinte, Edu empatou.

O VAR demorou para definir se ele estava ou não impedido, mas, infelizmente, não estava.

E o Botafogo seguiu vice-líder, uma triste vice-liderança, a três pontos do líder.

Falta pegar o Cruzeiro, em casa, e o Inter, fora de casa.

Errata:

o conteúdo foi alterado

  • Diferentemente do que foi informado no texto, o Botafogo enfrente Cruzeiro e Inter, e não Grêmio e Bragantino. O erro foi corrigido.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora

Publicidade