PUBLICIDADE
Topo

Paranaense - 2019

Zagueiro celebra volta por cima no Coritiba um ano após drible marcante

Alan Costa marcou contra o Foz: drible em 2018 atrapalhou carreira no Coxa - Comunicação CFC
Alan Costa marcou contra o Foz: drible em 2018 atrapalhou carreira no Coxa Imagem: Comunicação CFC

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

21/01/2019 11h17

Há pouco menos de um ano, em março de 2018, o zagueiro Alan Costa estreava no Coritiba oriundo do Internacional para uma nova chance na carreira. Logo no segundo jogo, contra o Foz do Iguaçu em casa, Costa tomou um drible "elástico" de Lucas Brasil que resultou em gol, na derrota do Coxa por 3 a 1. Ele até voltou a atuar no Paranaense, contra o Cascavel, mas a pressão da torcida acabou em um afastamento por cinco meses. Foi quando Argel Fucks assumiu a equipe que ele voltou a ter chances.

Neste domingo (20), o Coxa visitou o Foz na abertura do Paranaense 2019 e aplicou 4 a 0. Alan Costa marcou um dos gols e não perdeu a chance de desabafar. "No ano passado eu tomei um drible, muitos criticaram, acabei passando um episódio difícil no clube. Mas conquistei, trabalhei", disse em entrevista à Rádio Transamérica, "Acabei fazendo um fol justamente contra o Foz, depois de quase um ano. Estou muito feliz com isso".

O jogador tem 14 jogos e um gol pelo Coxa, e chegou a ser colocado para disputar o Brasileiro de Aspirantes durante o afastamento. "Foi muito difícil, a gente é ser humano, tem sentimento, emoção, tem família. Pude tirar muitas lições daquele episódio, hoje estou fortalecido", seguiu o jogador após o jogo.

Na quarta-feira (23), o Coxa encara o Maringá no Couto Pereira, às 20h, pela segunda rodada da Taça Barcímio Sicupira, o primeiro turno do Paranaense 2019.