PUBLICIDADE
Topo

Paranaense - 2019

Estreia do Athletico no Paranaense marca chance e reinício a personagens

João Pedro foi decisivo no título em 2018: reinicio nos aspirantes do Furacão - Cleber Yamaguchi/AGIF
João Pedro foi decisivo no título em 2018: reinicio nos aspirantes do Furacão Imagem: Cleber Yamaguchi/AGIF

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

19/01/2019 08h44

A estreia do Athletico no Campeonato Paranaense 2019 contra o Recreativo de Cascavel, neste sábado 17h na Arena da Baixada, marca oportunidade de crescimento e chances de reinício para diversos personagens que estarão em campo - incluindo o adversário. Com a estratégia de usar um time completamente alternativo no Estadual, o Furacão abre o ano oficialmente com a missão de defender um título conquistado sob a tutela de Tiago Nunes, técnico campeão sul-americano que aproveitou a chance que agora é dada a outros.

É o caso de Rafael Guanaes, treinador campeão da Copa Paulista pelo Votoporanguense em 2018. "Está todo mundo concentrado e consciente dessa oportunidade", disse o treinador, em registro feito pelo site do clube nesta sexta-feira (18) - o Athletico não abre entrevista coletiva antes dos jogos. Guanaes tem 37 anos e vai dirigir um grande clube brasileiro pela primeira vez, depois de passagens pelo interior de SP, onde também ganhou a Série B (o equivalente a quarta divisão) em 2015, pelo São Carlos.

Também iniciantes são os zagueiros Lucas Halter e Robson Bambu, ambos inscritos para o Estadual. Com trajetórias diferentes, os dois irão tentar ganhar destaque para integrar o grupo principal, que neste ano joga Copa Libertadores, Suruga, Recopa, Copa do Brasil e Brasileirão. Halter jogou a Copa São Paulo de Juniores e já foi integrado ao elenco do Estadual. Ele ganhou notoriedade ao ser destacado no The Sun, da Inglaterra, como "alguém observado por Pep Guardiola". 

Já Robson Bambu é mais rodado: foi titular do Santos em 13 jogos no Brasileirão 2018, após Cuca recorrer à base para formar um time que ficara sem opções. Bambu, entretanto, já tinha pré-contrato com o Furacão e mudou de ares: "Pude conviver com atletas mais velhos e adquiri uma certa experiência. Vim para ajudar o clube e para mim será muito boa essa experiência neste ano. Não vejo a hora de estrear", contou ao site atleticano. Ele foi colocado na equipe de Aspirantes para ganhar rodagem como profissional.

Outros vão para uma segunda chance. Marquinho, volante ex-Fluminense, Palmeiras e Roma, chega ao 10º clube depois de ficar um ano e meio sem jogar. Ele se machucou pelo Flu no Brasileirão 2017 contra o São Paulo e acabou indo se tratar em Curitiba. Tem contrato apenas até junho e será o jogador mais experiente do elenco de Aspirantes. Assim como ele, o atacante Bergson - campeão da Copa Sul-Americana com direito a cobrança de pênalti na série decisiva - foi deslocado para esse grupo para jogar mais. 

"É um desafio e uma oportunidade para mim, poder ajudar o Athletico e representar a equipe de Aspirantes. Mostrar nosso valor e o porquê de estarmos aqui", declarou o atacante à assessoria de comunicação do clube, com 27 jogos e 5 gols com a camisa rubro-negra aos 27 anos. Assim como ele, quem ganha uma segunda chance de se destacar é o meia João Pedro. Maestro na conquista de 2018, o jogador não encontrou espaços no elenco principal e foi emprestado ao Botafogo para o Brasileirão passado. Jogou pouco: apenas 8 partidas pelo Fogão.

Do outro lado, uma equipe inteira comemora a chance de jogar o Estadual. O Recrativo é um dos dois times de Cascavel no Paranaense. A cidade de 270 mil habitantes ainda tem o FC Cascavel, que por pouco não ficou sozinho na competição. Semanas antes da estreia, os dirigentes do Recreativo acusaram uma dívida de R$ 163 mil oriunda de 2009, após notificação judicial. O presidente Tony di Almeida chegou a conversar com o presidente da Federação Paranaense Hélio Cury para desistir do torneio, mas acabou desistindo e compôs um parcelamento com o credor. No caminho, o técnico Alan Aal trocou a equipe pelo Nacional-SP e foi substituído por Lourival Santos, que assumiu a equipe apenas na última quarta-feira (16).