PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Projetado no América, Rodriguinho já ajudou a eliminar Cruzeiro no estadual

Hoje no Cruzeiro, Rodriguinho foi projetado nacionalmente pelo América há mais de 5 anos - Pedro Vale/AGIF
Hoje no Cruzeiro, Rodriguinho foi projetado nacionalmente pelo América há mais de 5 anos Imagem: Pedro Vale/AGIF

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

16/02/2019 04h00

América-MG e Cruzeiro se enfrentam neste domingo, em jogo no Independência que valerá a liderança do Campeonato Mineiro. Recém-contratado pelo time celeste e cercado de expectativas para uma temporada importante, o meia Rodriguinho irá reencontrar o time que o projetou nacionalmente para o futebol. Foi atuando pelo Coelho que o jogador atingiu uma performance convincente a ponto de chamar a atenção e ser vendido para o Corinthians. Antes disso, o meia já ajudou a bater o Cruzeiro em uma semifinal de estadual, triunfando nos dois jogos e marcando gol em cima do hoje companheiro Fábio.

Revelado no ABC de Natal, Rodriguinho já havia passado pelo Bragantino, onde chamou atenção na disputa do Campeonato Paulista de 2011, quando chegou ao América, dois anos mais tarde. Em Belo Horizonte, o meia virou um dos destaques do time até setembro de 2013, quando foi negociado com o Corinthians por R$ 5 milhões, deixando o Coelho com oito gols e quatro assistências naquela edição da Série B.

VEJA TAMBÉM

Pelo América, Rodriguinho entrou em campo por cinco vezes contra o Cruzeiro, quatro delas em jogos oficiais. O meia saiu derrotado apenas uma vez, empatando outra e triunfando em três oportunidades. A mais especial delas foi no jogo de ida da semifinal mineira de 2012. Com um gol, o jogador ajudou o Coelho a sair vencedor por 3 a 2. Na volta, também realizada na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, o América voltou a vencer, 2 a 1. Agora, o meia estreia no clássico com a camisa celeste e se diz pronto para corresponder às expectativas da torcida. Na rodada passada, Rodriguinho deu um bom cartão de visita no Mineirão, marcando e dando uma assistência nos 3 a 0 contra o Tupynambás.

"Fui muito feliz no América, me levou para o cenário nacional, eu tenho um agradecimento e carinho muito grande pelo clube. Mas quando eu entrar em campo, cada um vai ter que defender o seu", disse, após a partida.

Em setembro de 2013, o meia de então 25 anos chegou a ser anunciado como futuro jogador do Al Jaish, do Catar, naquela que seria a maior venda do time alviverde. Nos bastidores, os valores giravam em torno de 4,5 milhões de euros. Porém, o acordo fracassou devido à falta de visto no passaporte do atleta. O prazo para transferência no país se expirou e o jogador foi negociado dias depois praticamente de forma imediata com o Corinthians.

Cruzeiro